Tamanho do texto

Pesquisa apontou insatisfação dos usuários com a capacidade de resolução de problemas e o atendimento telefônico

Banda larga fixa recebeu a pior avaliação entre as categorias abordadas pela pesquisa
Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas
Banda larga fixa recebeu a pior avaliação entre as categorias abordadas pela pesquisa

O brasileiro segue com dificuldades para resolver problemas com operadoras de internet e telefonia. Uma pesquisa divulgada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) apontou que os usuários estão insatisfeitos com a qualidade do atendimento prestado pelas empresas do setor. Para definir a satisfação dos usuários, o levantamento usou quatro áreas: banda larga fixa, telefonia fixa, celular pós-pago e celular pré-pago. Em todas as categorias, a capacidade de resolução de problemas e o atendimento telefônico ficaram as piores avaliações.

Podendo receber notas de 0 a 10, as operadoras de banda larga fixa alcançaram a pior nota se comparadas as empresas de telefonia. Na média, o setor ficou com 5,62 pela capacidade de resolução de problemas e 5,89, pelo atendimento telefônico. Entre os piores temas avaliados pelos usuários, estão o tempo de espera para falar com um atendente (5,23) e a alteração do plano contratado (5,65).

Os temas que podem ser avaliados logo após a contratação de um plano de internet fixa receberam as melhores notas. De acordo com os entrevistados, a qualidade da instalação do serviço (7,71), o cumprimento do prazo de instalação (7,38) e o tempo de espera entre a solicitação de instalação e a visita do técnico (7,11) são os serviços de melhor qualidade das operadoras.

Internet móvel

A pesquisa também revelou que a internet móvel é um dos principais problemas para usuários de planos pré e pós-pago. Com pior avaliação na área de celulares com conta, a resolução de problemas na internet 3G ou 4G recebeu nota 4,25 dos entrevistados. Ainda pior entre os planos pré-pago, o mesmo tema ficou com média de 4,18. Os usuários de planos com créditos apontaram problemas com a velocidade de navegação e avaliaram o tema com 5,22.

A telefonia móvel também foi mal avaliada em assuntos ligados à capacidade para corrigir erros do serviço oferecido e ao atendimento ao cliente. Além da internet, a resolução de problemas nas ligações (4,40) e o tempo de espera para falar com um atendente (4,62) foram as áreas com as piores notas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.