Tamanho do texto

Medida foi aprovada pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro porque o Facebook não teria fornecido informações solicitadas pela Justiça

Brasil Econômico

O aplicativo de conversas WhatsApp será bloqueado no Brasil mais uma vez por decisão da Justiça, informou o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, nesta terça-feira (19).  A suspensão ocorrerá a partir das 14h, segundo confirmou o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal.  Não há previsão para o término do bloqueio.

LEIA MAIS: Facebook vive dilema por criptografia semelhante a usada no WhatsApp

A medida foi publicada pela juíza Daniela Barbosa Assunção, sob a acusação de que o Facebook - dono do WhatsApp  - não forneceu informações solicitadas pela Justiça.  As operadoras de telefonia não confirmam a notificação sobre a ordem de suspensão do aplicativo nas próximas horas.

A juíza pede a desabilitação da chave de criptografia, com a interceptação do fluxo de dados, além do encaminhamento das mensagens já recebidas pelos usuários e ainda não criptografadas. Ou seja, as mensagens trocadas deverão ser desviadas em tempo real antes que a criptografia seja implementada.

WhatsApp será bloqueado nas próximas horas, de acordo com TV
Divulgação
WhatsApp será bloqueado nas próximas horas, de acordo com TV


De acordo com a juíza, o Facebook foi notificado três vezes para interceptar as mensagens que seriam usadas na investigação, mas, segundo o WhatsApp, não seria possível cumprir a ordem "por impossibilidades técnicas".

Essa é a terceira vez que o WhatsApp é bloqueado no Brasil. O aplicativo foi bloqueado pela primeira vez em dezembro de 2015 , por uma decisão da 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo (São Paulo). Já a segunda vez ocorreu no dia 2 de maio , por decisão de um juiz da Vara Criminal de Lagarto, no Sergipe. 

*Com informações da Ansa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.