Tamanho do texto

Com o aumento dos crimes de roubo de identidade, pesquisadores explicam como se proteger; medidas simples podem evitar que você seja um alvo fácil

Atenção, leitores: crimes de roubos de identidade parecem estar aumentando, e sites como Facebook e Twitter são os novos locais preferidos onde os criminosos escolhem suas vítimas. Houve mais de 148 mil vítimas no Reino Unido em 2015, de acordo com o serviço de prevenção de fraudes Cifas. É um aumento de 57% em um ano.

LEIA MAIS: Pikachu nos escombros: Artistas e ativistas usam Pokémon Go para alertar sobre drama de crianças sírias

Pesquisadores dizem que detalhes pessoais, normalmente encontrados nas redes sociais, estão sendo usados para empréstimos, cartões de crédito ou contratos de telefonia em nome de outras pessoas. Este crime pode deixar as vítimas com contas caríssimas para pagar ou com o nome sujo.

 Alguns posts podem parecer inocentes, mas dão dicas sobre sua identidade
Reprodução
Alguns posts podem parecer inocentes, mas dão dicas sobre sua identidade

O conselho não é mudar drasticamente o que você faz online, mas pensar sobre suas ações e garantir que suas configurações de privacidade estão bem feitas. Aqui estão algumas coisas que você deve proteger para ficar seguro:

Seu passaporte

Saindo de férias? Sorte a sua. Mas se você quer causar inveja em todo mundo que está trabalhando com uma foto do seu passaporte ao lado do café que você está tomando antes de embarcar, não faça isso pelas redes sociais. Pelo menos evite o passaporte aberto.

Seu nome completo, data de nascimento, número de passaporte... o sonho dos ladrões de identidade. Uma foto da sua mala, óculos escuros e protetor solar normalmente funciona tão bem para causar inveja - e te expõe menos.

Suas chaves

Uhul! Chegaram as chaves da casa nova. Como resistir a postar uma foto delas em frente a nova casa? Bom, é melhor resistir.

As chances de alguém descobrir seu endereço só pela foto da casa pode ser pequena. Mas, se eles já têm outras informações sobre você, podem conseguir. E pode haver pistas escondidas - como o nome da rua - em algum lugar na foto. Basicamente, você não deve postar seu endereço novo e nem antigo nas redes.

Seu carro novo

E aquele carro novo, pode postar? Pode, desde que a placa não apareça. Quanto mais detalhes você der aos criminosos, pior.

Seu Aniversário

Calma, não estamos pedindo para você tirar o dia do seu aniversário do Facebook, até porque seria bem triste se ninguém te desse os parabéns pela rede. Mas retire o ano do seu nascimento. Você vai ficar mais seguro (e essa dica também ajuda quem não gosta de revelar a idade).

LEIA MAIS: Como descobrir tudo que o Google sabe de você – e como apagar seu rastro

Seu número de telefone

"Pessoal, derrubei meu celular no banheiro (de novo)! Esse é meu número novo..." Todo mundo já viu um post do tipo, ou talvez você até tenha adicionado o número do seu telefone nas suas informações nas redes sociais. Mas pode ser uma boa ideia deletá-lo.

Não apenas crimonosos podem usar o número para tentar provar que eles são você como eles podem fingir que são seu banco, por exemplo, para conseguir mais detalhes seus, como senhas.

Seu CPF

Acabou de tirar seu CPF e está orgulhoso? Legal, mas não poste fotos. E nem de outros documentos em que conste o número do seu CPF. Este é um número único, então melhor só fornecê-lo quando a informação for solicitada.

Suas senhas

Tudo bem, esta é bem óbvia. Todo mundo sabe que não se deve colocar senhas nas redes, né? Mas também é preciso prestar muita atenção na hora de escolher suas senhas.

Se você está "em um relacionamento" no Facebook, ou se é marcado em fotos com namorados ou namoradas, melhor não usar o nome deles nas senhas. Da mesma forma, se seu time, banda ou ator preferido é muito óbvio nas redes, não use isso.

Seus dados bancários

De novo, pode parecer óbvio. Mas tem gente que fica animada quando chega o cartão do banco e decide postá-los nas redes. Não compartilhe foto do seu cartão em nenhuma circunstância. E é melhor nem deixar as pessoas saberem qual é o seu banco - reclamando do serviço deles, por exemplo. Nunca é bom facilitar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.