Tamanho do texto

Plataforma pretende exibir posts mais relevantes de acordo com interesses do usuário; atualização começa a ser implementada nesta sexta (12)

Facebook usa pesquisa e algoritmos para classificar publicações mais relevantes para os usuários
iStock
Facebook usa pesquisa e algoritmos para classificar publicações mais relevantes para os usuários

Após o Instagram alterar o algoritmo, o Facebook também promoverá mudanças em seu feed de notícias. A rede social de Mark Zuckerberg utilizará um novo ranking que dará mais destaque para as publicações informativas e deixará as que considera menos interessantes no final. O objetivo da plataforma é exibir posts mais relevantes de acordo com os interesses do usuário. A mudança começa a ser implementada nesta sexta-feira (12) e deve chegar a todos os usuários nas próximas semanas.

LEIA MAIS: Instagram Stories ainda divide opiniões em "guerra" com Snapchat

Para determinar se uma publicação é relevante, o Facebook utiliza uma pesquisa colaborativa chamada Programa de Qualidade de Feed, onde os usuários podem classificar um post com notas de um a cinco. De acordo com o Engadget, a plataforma considera um link muito informativo quando está relacionado aos interesses do usuário, se propõe uma discussão importante ou se aborda eventos atuais, como as Olimpíadas, por exemplo.

A empresa também conta com algoritmos que conseguem analisar o conteúdo das publicações. O objetivo é encontrar o que mais chama a atenção do usuário e quais são seus assuntos favoritos. Para criar o feed de notícias, o Faceboook combina estas informações com outras métricas como o relacionamento do usuário com o autor da publicação e a probabilidade dele comentar ou compartilhar um post.

Assim como aconteceu em seu aplicativo de fotos, o Facebook esclarece que não se trata de uma mudança drástica, mas apenas de uma reordenação das publicações.

Atualização do Adblock Plus provocou
Reprodução
Atualização do Adblock Plus provocou "guerra" com a rede social

Em março, o Instagram anunciou que alteraria a timeline  para priorizar as fotos mais relevantes para o usuário em relação à ordem cronológica. Segundo a rede social, os usuários não visualizavam cerca de 70% do que era exibido na antiga timeline.

Guerra contra bloqueadores de anúncios

Recentemente, o Facebook anunciou uma forma de exibir conteúdos publicitários capazes de enganar os bloqueadores de anúncios . Pouco tempo depois, o Adblock Plus , principal programa da categoria, lançou uma atualização para ocultar propagandas na plataforma, mesmo após a mudança. Entretanto, a rede social alerta que o método pode prejudicar a atividade do usuário.

LEIA MAIS: Uber começa a aceitar pagamento de corrida via PayPal no Brasil

Em entrevista ao site TechCrunch, o Facebook afirmou que resolverá a questão rapidamente. "Estamos desapontados com as empresas de bloqueadores de anúncios estão punindo os usuários do Facebook pois tais tentativas não ocultam apenas publicidade, mas também publicações de amigos e páginas". A empresa deve desenvolver uma nova solução para impedir as ações do Adblock Plus e voltar a exibir anúncios para os usuários do bloqueador.

    Leia tudo sobre: facebook instagram