Tamanho do texto

Projeto desenvolvido em parceria com buscador e rede social custará cerca de US$ 400 milhões e irá oferecer velocidades de 120 terabits por segundo

Cabo do Google e do Facebook terá 12,8 mil quilômetros de extensão para ligar Los Angeles e Hong Kong
iStock
Cabo do Google e do Facebook terá 12,8 mil quilômetros de extensão para ligar Los Angeles e Hong Kong

O Google e o Facebook anunciaram uma parceria para construir um cabo de fibra ótica submarino para conectar Los Angeles com Hong Kong. O projeto Pacific Light Cable Network custará cerca de US$ 400 milhões para as empresas e deverá oferecer velocidade de 120 terabits por segundo. O cabo será responsável por oferecer a maior velocidade na região do Oceano Pacífico.

+ Google Trips é aplicativo para organizar suas viagens em apenas um lugar

De acordo com o site TechCrunch, o cabo do Google e do Facebook terá 12,8 mil quilômetros de extensão e será desenvolvido em conjunto com a Pacific Light Data Communication, uma companhia relativamente nova no mercado de cabos submarinos. O projeto irá ultrapassar o atual recorde, que também é do Google. O cabo que liga as cidades de Oregon, nos EUA, e Chiba, no Japão, tem 9 mil quilômetros de extensão e possui velocidade de banda de 60 terabits por segundo.

Para ligar as duas regiões, as empresas utilizarão cinco cabos de fibra ótica, com velocidade de banda de 24 terabits por segundo cada. Segundo o Google, todos os envolvidos no projeto terão sua própria parcela de administração sobre o cabo. O buscador e a rede social, por exemplo, utilizarão suas fatias para oferecer um serviço mais rápido e confiável para visitantes asiáticos.

+ Conheça as 10 ideias tecnológicas mais loucas que o Google já teve

O cabo será o sexto desenvolvido com a contribuição do Google e deverá ser entregue em 2018. O projeto deve permitir a realização simultânea de 80 milhões de videoconferências em alta definição entre usuários de Los Angeles e Hong Kong.

Ainda que parcerias entre o buscador e a rede social não sejam muito comuns, projetos de cabos submarinos costumam apresentar acordos como este. Recentemente, Facebook e Microsoft se juntaram para construir um cabo transatlântico de 160 terabits por segundo. O cabo até possui mais velocidade que o anunciado nesta quinta-feira (13), mas possui a metade da extensão.

+ Chromebook: computador do Google é voltado para a internet

A Amazon também está começando a desenvolver seus próprios cabos submarinos. No entanto, a empresa ainda não possui parcerias com empresas do setor. O Google lembra ainda que o projeto será responsável por diminuir a latência e levar bandas mais largas para os usuários da região da Ásia-Pacífico.

    Leia tudo sobre: Facebook
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.