Tamanho do texto

Rede social atualizou conteúdo de páginas voltadas para combater assédios e afirmou estar focada em oferecer ao usuário mais controle sobre sua conta

O Facebook continua empenhado em campanhas para proteger os usuários. Depois de lançar uma ferramenta de prevenção ao suicídio, a rede social atualizou o conteúdo disponibilizado em duas áreas que oferecem informações para melhorar sua experiência na internet. A Central de Segurança e o Centro de Prevenção ao Bullying ganharam novos vídeos que explicam as políticas e ferramentas mais importantes da plataforma.

+ Veja idiomas que você nem imaginava que existiam no Facebook

As páginas também receberam um novo visual para dar mais destaque para os parceiros do Facebook no combate ao bullying nas redes sociais. Em comunicado, a empresa afirmou estar focada em desenvolver serviços e ferramentas que oferecem controle e segurança sobre as contas. Para ajudar os usuários, a plataforma compartilhou cinco dicas que ajudam a aumentar a segurança na rede social.

Páginas do Facebook relacionadas à segurança dos usuários ganharam novas interface e conteúdos atualizados
iStock
Páginas do Facebook relacionadas à segurança dos usuários ganharam novas interface e conteúdos atualizados


1. Entre na conta de modo seguro

As aprovações de login ajudam a proteger sua conta de cibercriminosos. Ao tentar acessar a rede social  de um novo computador, dispositivo ou navegador, a plataforma solicita um código que será enviado para o seu celular para a conta ser realmente liberada.

Dessa forma, é possível evitar que um terceiro acesse a conta sem sua permissão. Para habilitar o recurso, abra o menu – a seta para baixo no canto superior direito da página – e selecione a opção "Configurações". Em seguida, clique no item "Segurança" e altere suas preferências no campo "Aprovações de login".

2. Denuncie conteúdos abusivos

Quando você encontrar algum conteúdo que considera que não deveria estar na rede social por ser abusivo ou prejudicial a algum usuário, utilize a ferramenta de denúncia. O recurso está disponível na seta para baixo no canto superior direito de cada publicação. Depois de selecionar o ícone, selecione a opção "Denunciar publicação".

+ Como enviar mensagens secretas pelo Facebook Messenger

A rede social conta com uma equipe que trabalha 24 horas por dia para analisar as denúncias e retirar o conteúdo que viole os "Padrões da Comunidade", uma lista  que ajuda a entender o que pode ser compartilhado na plataforma. As denúncias podem ser feitas de forma anônima e o usuário pode acompanhar a situação do pedido de remoção.

3. Defina quem verá suas informações

A ferramenta "Seleção de Público" permite escolher quem poderá ver suas publicações a atualizações na rede social. Para alterar as opções de visualização, clique na caixa antes de selecionar o botão "Publicar" e libere sua publicação para amigos, público ou somente você.

É possível alterar quem pode ver uma publicação depois que o conteúdo já foi ao ar. Para isso, basta clicar no ícone de públicos ao lado do data do post e selecionar a opção desejada. Ao publicar uma informação no mural de outra pessoa, no entanto, ela é quem decide quem poderá acessá-la.

4. Verifique quem pode te marcar

A plataforma conta com recurso para o usuário aprovar conteúdos em que você foi marcado ou marcações de pessoas em suas publicações. A opção "Análise de Marcações" permite aceitar ou rejeitar posts em que outras pessoas te marcaram. Para alterar as preferências, acesse as configurações da rede social e selecione a opção "Linha do Tempo e marcações". Na mesma página, a rede social também oferece a opção "Revisão de Biografia", para impedir que uma publicação apareça em seu mural sem a sua permissão. 

5. Revise suas configurações

Uma boa alternativa para aumentar a segurança de sua conta é revisar as configurações de privacidade. O processo é uma forma rápida de garantir que suas publicações estão sendo compartilhadas somente com quem você deseja. Para analisar as preferências, acesse a área de "Configurações" e clique na aba "Privacidade". O Facebook também oferece um sistema para quem acredita ter sido hackeado. Ao acessar  facebook.com/hacked , o usuário pode alterar sua senha e excluir a atividade recente do seu perfil.

    Leia tudo sobre: Facebook
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.