Tamanho do texto

Se serviços de beleza até lavagem de automóveis, plataformas ajudam os profissionais autônomos a alavancar seus rendimentos ao encurtar o caminho entre eles e os consumidores

Aplicativo Singu conecta profissionais da área da beleza e consumidores
Divulgação
Aplicativo Singu conecta profissionais da área da beleza e consumidores

O final de ano está próximo e quem trabalha de forma autônoma sente a falta da garantia e do respiro financeiro que o 13º salário traz no período. Seja qual for o ramo de atuação, hoje existem diversos aplicativos que ajudam esses empreendedores individuais a ampliar a visibilidade e por consequência, alavancar seus ganhos.

+ Após polêmicas, WhatsApp suspende envio de dados para o Facebook na Europa

De aplicativos de serviços de beleza até o de compartilhamento de automóveis, estar listados nesses aplicativos ajuda no sucesso dos negócios.  Abaixo lista com quatro aplicativos para turbinar as finanças neste final de ano. 

1 - Singu

Se você trabalha no segmento de beleza e bem estar, o app Singu pode te ajudar a encontrar clientes de forma rápida e prática. Com preços dos serviços de manicure, maquiagem, massagem, depilação, entre outros tabelados, o empreendedor pode escolher o local mais próximo a sua residência, por exemplo, para fazer o atendimento. O cliente também é beneficiado, já que o prestador de serviço vai até o local de sua preferência para fazer o procedimento. O Singu pede uma comissão de 30% de cada serviço prestado, mas na comparação com os salões e clínicas de estéticas que ficam com 50%, compensa. Outro ponto de destaque na plataforma é que o tíquete médio de gasto do consumidor é alto e gira em torno de R$ 90.  

2- GetNinjas

Aulas particulares, cuidares de idosos, adestradores ou passeadores de cães, serviços de manutenção, tem espaço para todos na plataforma do GetNinjas. Ao atuar como plataforma intermediária entre os autônomos e os consumidores e não tem acesso aos valores dos serviços, a empresa atua com a venda de planos para utilização da plataforma que variam de R$ 49 a R$ 320. Uma das vantagens do aplicativo é que quando um consumidor solicita um profissional, a plataforma se encarrega de listas quem está próximo, logo o empreendedor não terá de percorrer longas distancias para trabalhar.

+ Dez vezes em que a internet deu as melhores (e mais hilárias) sugestões de apps

3 - Cabify

Já é cadastrado no Uber, mas preciso ampliar as corridas, a dica é o Cabify. Aplicativo disponibiliza aos consumidores motoristas particulares para prestarem o serviço. Além de cadastrar motoristas que já possuem o automóvel, a empresa tem frota própria, o que ajuda quem está querendo entrar no segmento de mobilidade urbana.  O Cabify possui um valor fixo a partir do trajeto requisitado pelo cliente e fica com 25% do valor do serviço prestado.

4 - Easy Carros

Easy Carros conecta quem trabalha com serviços automotivos, como por exemplo lavagem, a consumidores
Divulgação
Easy Carros conecta quem trabalha com serviços automotivos, como por exemplo lavagem, a consumidores

Os profissionais que atuam no segmento serviços automotivos como lavagem, higienização, polimento e afins, têm como aliado o Easy Carros. O aplicativo conecta proprietários de carros a esses profissionais de forma rápida. O prestador de serviço vai até o cliente o que traz comodidade para todos. O preço dos serviços é tabelado e o profissional autônomo fica com 80% do valor do serviço prestado e o tíquete médio de gastos dos usuários gira em torno de R$ 97.

+ Uber anuncia grande atualização para tornar sua interface mais inteligente

    Leia tudo sobre: empreendedorismo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.