Tamanho do texto

Notebook do Google será vendido nas versões Pro e Plus, que se diferenciam pelo processador; tela consegue girar 360º para se transformar em tablet

A Samsung aproveitou sua participação na Consumer Electronics Show (CES) 2017 para lançar a nova geração do Chromebook, o computador portátil que conta com o Chrome OS, sistema operacional do Google. A nova versão do notebook foi apresentada em duas versões: Pro e Plus. A principal mudança apresentada pela fabricante é a possibilidade de usar aplicativos, jogos, filmes e músicas disponíveis na Google Play Store.

+ Da televisão à realidade virtual: as inovações ao longo dos 50 anos da CES

Criado para oferecer mais flexibilidade para os usuários, o novo Chromebook possui tela Quad HD (2.400x1.600px) sensível ao toque com capacidade de girar 360º para também ser usado como tablet. Outra novidade é a caneta, que permite escrever e desenhar sobre a tela. De acordo com a Samsung, o objetivo do acessório é aumentar a produtividade nas anotações feitas em aplicativos como Google Keep. Em comunicado em seu blog, a fabricante promete mais precisão nas informações registradas na tela por conta de sensores de precisão da caneta.

De acordo com a Samsung, caneta da nova geração do Chromebook dará mais precisão sobre o que é escrito na tela
Divulgação
De acordo com a Samsung, caneta da nova geração do Chromebook dará mais precisão sobre o que é escrito na tela

+ Conheça cinco dicas para organizar sua caixa de entrada do Gmail

Em relação ao hardware, os dois modelos são praticamente idênticos, com 4 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento. A pequena capacidade de memória em comparação com outros aparelhos não é grande problema, já que o aparelho realiza todas as suas tarefas pela internet e prioriza o armazenamento de arquivos na nuvem. Com tela LED de 12,3 polegadas, os dispositivos pesam apenas 1,08 kg.

Na comparação entre as duas versões, a única diferença está no processador. Enquanto a versão Pro conta com processador Intel Core M3 de até 2.20 GHz, o modelo Plus possui processador OP1 de seis núcleos. A segunda opção deverá ser lançada nos Estados Unidos em fevereiro, com preço inicial em US$ 449 (pouco mais de R$ 1.440). O modelo Pro levará um pouco mais de tempo, mas chegará ao mercado norte-americano no primeiro semestre. Ainda não há previsão de lançamento para o Brasil.

Chromebook

Desenvolvido para ser uma alternativa a dispositivos com Windows e OS X, o Chromebook não permite a instalação de programas  diretamente na máquina. Para executar tarefas, os usuários precisam usar versões online de programas. O pacote Office, por exemplo, pode ser substituído pelos aplicativos do Google Drive. Apesar de contarem com os principais recursos dos concorrentes, as soluções do Google são um pouco mais simples e não oferecem a mesma experiência.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.