Tamanho do texto

Dispositivo da Apple marcou o ano em que os usuários deixaram de lados os fios; fabricante também marcou presença com sua outra empresa: a Beats

Apesar de todas as reclamações de usuários depois da retirada da saída P2 no iPhone 7, a Apple parece ter conquistado os consumidores com os AirPods, os fones de ouvido sem fio da empresa. De acordo com dados da consultoria Slice, que analisa o setor de varejo, a companhia alcançou a liderança um mês após o lançamento do dispositivo e já responde por 26% do mercado.

+ 10 anos do iPhone: os recursos que criaram o celular mais inovador da história

O lançamento do AirPods , segundo a Slice, marcou o ano em que os usuários deixaram de lado os fios dos fones de ouvido. De acordo com a consultoria, em dezembro de 2015, 50% dos fones de ouvido eram sem fio. No mesmo período do ano passado, quando a Apple colocou o produto no mercado, o índice subiu para 75%. Em 13 de dezembro, dia de lançamento do aparelho, o investimento em fones de ouvido foi dez vezes maior que a média. Os gastos com os fones de Apple superaram até mesmo datas como Black Friday e Cyber Monday, dia de promoções de produtos tech.

No mercado norte-americano, AirPods são vendidos por US$ 159 (cerca de R$ 500); no Brasil, valor chega a R$ 1.399
Divulgação/Apple
No mercado norte-americano, AirPods são vendidos por US$ 159 (cerca de R$ 500); no Brasil, valor chega a R$ 1.399

+ Vale a pena comprar o novo MacBook? Veja as principais mudanças do aparelho

Até o lançamento do dispositivo, outra empresa da Apple ocupava a liderança: a Beats tinha cerca 24,1% de participação do mercado, com uma boa folga para a segunda colocada Bose , que contava com 10,5%. A chegada dos novos fones fez a Beats cair quase dez pontos percentuais, passando para a terceira posição, com 15,4%. A Bose subiu para 16,1% e passou para a segunda colocação.

O levantamento também analisou o perfil dos consumidores que compraram os fones de ouvido da Apple. Segundo a Slice, 85% dos compradores eram homens, seguindo a tendência apresentada após o lançamento do MacBook Pro, em outubro. Os dados revelam que os usuários do sexo masculino são mais jovens do que as mulheres que usam o dispositivo. Cerca de um terço dos usuários nasceram entre as décadas de 1980 e 1990. Entre as mulheres, a maior parcela (38%) é formada por nascidas na década de 1950.

+ iPod completa 15 anos como item de coleção que mudou história da música

Por analisar apenas os números do comércio eletrônico, o levantamento não permite saber se a Apple está tendo o mesmo sucesso em lojas físicas. O site TechCrunch lembra que, com a tendência das fabricantes de smartphones abandonarem as tradicionais entradas de fones de ouvido, é quase inevitável que aparelhos como o AirPods ganhem mercado. Segundo o site, um dos motivos para a popularidade do dispositivo é preço. Apesar de ainda serem caros nos Estados Unidos, são mais em conta dos que os concorrentes. No mercado norte-americano, os fones são vendidos  US$ 159 (cerca de R$ 500). No Brasil, porém, o valor chega a R$ 1.399.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.