Tamanho do texto

A plataformas informou que o problema foi identificado e solucionado de forma rápida, porém relato aponta que dados estão sendo vendidos online

Na semana passada o Instagram informou que um big na API da plataforma tinha permitido que hackers conseguissem o acesso aos dados de alguns usuários, sendo eles em sua maioria celebridades. Entretanto, o “ataque” parece ter sido mais sério do que foi apurado pela equipe da rede social.

Leia também: Novo golpe no WhatsApp promete internet grátis em troca dos seus dados

Instagram: senhas foram roubadas da plataformas e acesso está sendo vendido por US$ 10 no eBay
shutterstock
Instagram: senhas foram roubadas da plataformas e acesso está sendo vendido por US$ 10 no eBay


Segundo o site Ars Technica , foi encontrada uma base de dados com mais de 6 milhões de contas do Instagram   que estão sendo vendidas, isso mesmo, vendidas por US$ 10 no eBay. O site informou ainda que o vendedor garante que as contas são ativas, e para provar que seu mailing é real, enviou a reportagem (que se passou por um comprador) uma amostra com 10 mil contas, todas ativas na plataforma social.

Após constatar o problema técnico ocorrido na API que conecta a rede social com demais apps na plataforma, a equipe da rede enviou comunicado aos afetados informando o ocorrido. Na data a rede social fez questão de ressaltar que dados sigilosos, como senhas, não foram “roubadas” pelos hackers, apenas endereço de e-mail.

Leia também: Confira três dicas para melhorar sua experiência no YouTube

O ataque

 A plataforma social não informou quantos usuários nem quais foram afetados com o erro no sistema de segurança do app, afirmou apenas que foram “algumas contas”, e que todas as medidas de segurança necessárias foram tomadas para evitar novos ataques de hackers.

“Descobrimos que um ou mais indivíduos obtiveram acesso ilegal a uma série de informações de contato dos usuários de alto perfil do Instagram – especificamente endereços de e-mail e números de telefone – explorando um erro em uma API da plataforma. Nenhuma senha de conta foi exposta. Nós solucionamos o erro rapidamente e estamos realizando uma investigação minuciosa".

O erro, que foi visto como brecha pelos hackers, estava na API da plataforma  – sistema esse usado pela rede social para se comunicar com demais aplicativos.  O comunicado, que foi enviado aos usuários afetados pelo “ataque”, dizia que os criminosos tiveram acessos a endereço de e-mail e contatos telefônicos, mas que as senhas não foram hackeadas.

Com a possiblidade de mais de 6 milhões de contas terem sido hackeadas pelo BUG, vale a pena trocar a senha de acesso e averiguar pela internet se não estão usando suas imagens por ai!

*Com informações do site Ars Technica

Leia também: Facebook pretende destacar interesses em comum com amigos de amigos

    Leia tudo sobre: Instagram
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.