Tamanho do texto

Livros, celulares, games e roupas são os itens mais desejados, enquanto a Amazon e o Walmart lideram o ranking de empresas mais mencionadas

Brasil Econômico

Black Friday é assunto no Twitter, com crescimento nas menções negativas às marcas e promoções
shutterstock
Black Friday é assunto no Twitter, com crescimento nas menções negativas às marcas e promoções

Um estudo realizado pela empresa AirFluencers entre os dias 22 de setembro e 21 de novembro, analisou mais de 83 mil posts no Twitter sobre o período da Black Friday. Buscando fazer um comparativo entre 2016 e 2017, os dados da rede social mostraram que os consumidores devem desembolsar uma quantia maior para as compras na edição deste ano, do que na mesma data do ano passado.

Leia também: Twitter poderá relançar recurso que permite salvar seus tuítes favoritos

As críticas em relação às marcas e às promoções na Black Friday também aumentaram. Dos 83.810 mil comentários registrados, 41% são negativos. Enquanto que no ano passado, dos 81 mil tuítes, somente 14% traziam menções negativas. Livros, com 29,5% e celulares, com 20,5% são os produtos mais comentados pelos usuários da plataforma, o que evidencia um avanço de respectivamente, 3 e 2,2 pontos percentuais frente as buscas do ano anterior.

Os games, com 15% e as roupas, com 12,6% também foram mencionados, porém com menor intensidade, caindo 1% e 0,5% também na base comparativa anual.  Indo em contrapartida, o interesse na aquisição de viagens chamou atenção pelo expressivo crescimento. Em 2016, o item não chegou no ranking dos cinco artigos mais desejados, e atualmente ocupa o quinto lugar do Top 5 do consumidor, com 6% dos comentários.

Empresas mais citadas

No que diz respeito às empresas, a Amazon liderou as menções, independentemente de serem positivas, negativas ou neutras, com 22% dos posts anbalisados na rede social. No ano passado, a companhia norte-americana também ficou no topo das buscas do Twitter.

Leia também: Adora selfies? Conheça o aplicativo que oferece centenas de opções de filtros

O Walmart  ficou em segundo lugar, com 20%, seguido da Saraiva, com 9% e das Lojas Americanas.com, com 8%. Segundo a pesquisa, o site de compras Submarino caiu nas menções do público, despencando da quinta posição, com 5,9% para a décima, com  2,5%. A Netshoes, por sua vez, subiu no ranking, ocupando o  quinto lugar das cinco empresas mais citadas pelos usuários.  

Referente aos fabricantes de produtos eletrônicos, outra empresa que registrou queda nos comentários foi a Apple, com 17% a menos de menções do que no ano passado. Por outro lado, a japonesa Sony  avançou, com alta de 17%.

Influencers

O humor também se fez presente nas menções, principalmente dos influencers brasileiros. Alguns perfis do Twitter, como o do Luscas, questionaram se haverá promoção de duas caras nesta Black Friday. Já o youtuber Lucas Olioti, mais conhecido como Teddy, pediu para comprar amor e felicidade nesse período de ofertas.

Leia também: Dona de rival do WhatsApp, Tencent supera Facebook em valor de mercado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.