Tamanho do texto

Em seu blog oficial, YouTube anunciou um pacote de medidas para coibir proliferação de vídeos bizarros que se passam por conteúdos infantis

Vídeos que se passam por conteúdos infantis ganharam força no YouTube nas últimas semanas
shutterstock
Vídeos que se passam por conteúdos infantis ganharam força no YouTube nas últimas semanas

O YouTube anunciou que vai agir de forma mais dura contra vídeos inadequados para crianças. Nas últimas semanas, começaram a surgir diversos materiais na plataforma que seriam supostamente voltado para os pequenos, mas que durante a reprodução exibiam um conteúdo bizarro com personagens infantis em situações perturbadoras.

Leia também: YouTube anuncia remoção de links sugeridos dos vídeos

Em uma publicação no blog oficial, o YouTube detalhou as medidas que seriam tomadas para coibir este tipo de prática. A ação inicial é o reforço das Diretrizes da Comunidade, que tentará aplicar mais rapidamente a remoção de vídeos inadequados, contando com suporte tecnológico.

“Nas últimas duas semanas, nós expandimos as nossas as aplicações de nossas diretrizes para remover conteúdo com menores de idade que pode estar ameaçando uma criança, mesmo que esta não tenha sido a intenção de quem enviou o material”, diz a vice-presidente de gerenciamento de produto do site, Johanna Wright Wright. Ela afirma que “mais de 50 canais” e “milhares de vídeos” foram tirados do ar na última semana.

Leia também: YouTube critica postura da Nintendo sobre monetização de vídeos

Vídeos com personagens infantis colocados em situações consideradas adultas também terão o cerco fechado pela plataforma. Nestas situações, no entanto, não será aplicada a remoção do vídeos, mas o material será indisponibilizado para usuários que não estiverem logados, permitindo assim o acesso apenas a quem for maior de idade. 

Outra das medidas que serão colocadas em prática pela empresa é a suspensão de monetização nos conteúdos inapropriados. Isso serve como a expansão das diretrizes de monetização que foram renovadas no meio de 2017.

Além disso, a vice-presidente de gerenciamento e produtos também anunciou a retirada de comentários considerados inadequados em vídeos que tenham menores de idade. Para isso, será utilizada uma combinação de trabalho humano com tecnologia. A empresa tenta, dessa forma, diminuir ao máximo possível os comentários pedófilos em vídeos que são protagonizados por crianças.

Leia também: YouTube reduz qualidade máxima dos vídeos reproduzidos em dispositivos móveis

A quarta medida tomada pela empresa será orientar os criadores de conteúdo que desejam produzir vídeos voltados à família. Já a última ação anunciada pelo YouTube diz respeito ao auxílio de especialistas na resolução de casos que tenham muitas nuances, como, por exemplo, quando são utilizados personagens de desenhos voltados ao público adulto – e que, por conta disso, não são recomendados para crianças.

    Leia tudo sobre: YouTube
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.