Tamanho do texto

CEO da Amazon, Jeff Bezos também lidera ranking positivo entre os líderes das empresas do setor. Confira outras posições

Amazon e Jeff Bezos lideram pesquisas de boa impressão entre as gigantes tec
Amazon/Divulgação
Amazon e Jeff Bezos lideram pesquisas de boa impressão entre as gigantes tec


Uma pesquisa conjunta realizada pelo SurveyMonkey e pelo Recode revelou que cerca de 20% dos americanos acreditam que a Amazon está tendo o impacto mais positivo na sociedade entre todas as grandes empresas de tecnologia do mundo. O seu CEO, Jeff Bezos, também ocupou a liderança entre os presidentes-executivos das companhias.

Leia também: Spotify revela mudanças que aproximam versão gratuita da versão paga do serviço

Após o escândalo de dados que envolveu o Facebook, em março, muitos consumidores/usuários passaram a ter um olhar mais crítico em relação às empresas de tecnologia . Segundo os analistas, porém, a Amazon , por não se tratar de uma rede social conseguiu se descolar um pouco dessa imagem negativa.

A gigante do e-commerce mundial é seguida na pesquisa pelas citações de Google (15%), Apple (11%) e, finalmente, o Facebook (10%). Já com menos de dois dígitos aparecem Microsoft (7%), Tesla (6%), Uber (3%) e Netflix (2%). Completam a lista, o Twitter, o Snap e a Lyft, com 1% cada. Assim como no caso da Amazon, 20% das pessoas escolheram "nenhuma dessas opções".

Leia também: Google vai usar pesquisas antigas em resultado de novas buscas sobre mesmo tema

Amazon lidera pesquisa de
Amazon/Divulgação
Amazon lidera pesquisa de "boas intenções" entre os americanos


Já na pesquisa realizada entre os CEOs, ao invés das próprias empresas, o chefão da Amazon, Jeff Bezos , também lidera.

O executivo da é citado positivamente por 22% das pessoas entrevistas. Na sequência, as pessoas responderam que os líderes com maior impacto positivo no cotidiano das pessoas são Sundar Pichai, do Google, com 18%, e Mark Zuckerberg, do Facebook, com 17%. A pesquisa envolveu entrevistas online com 2.772 pessoas, nos dias 8 e 9 de abril, em todo território americano.

Leia também: Uber adotará medida de segurança que "esconde" locais de embarque e desembarque

Uma possibilidade que não foi descartada é que muitas pessoas tenham citado a Amazon justamente em contraposição aos altos índice de rejeição do presidente Donald Trump que mencionou negativamente a companhia de Jeff Bezos mais de uma vez em seus polêmicos tweets.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.