Tamanho do texto

Durante conferência anual do Facebook, Mark Zuckerberg anunciou que novo serviço da plataforma será focado em "relacionamentos duradouros"

Mark Zuckerberg anunciou durante conferência anual do Facebook que empresa vai lançar ferramenta de namoro dentro da rede social
Divulgação/Facebook
Mark Zuckerberg anunciou durante conferência anual do Facebook que empresa vai lançar ferramenta de namoro dentro da rede social

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg , afirmou nesta terça-feira (1º) que a empresa pretende lançar uma ferramenta de namoro própria dentro da plataforma. O anúncio aconteceu durante apresentação na conferência anual do Facebook para desenvolvedores, a F8, realizada em San José, na Califórnia.

Leia também: Facebook divulgará vídeo que mostra quão ruim a rede social ficou

Na conferência, Zuckerberg disse que um em cada três relacionamentos nos Estados Unidos começou online e que existem dois bilhões de usuários solteiros no Facebook e que, portanto, "está claro que podemos fazer algo a respeito."

Ainda segundo o CEO, diferente da maioria dos outros aplicativos de namoro , o de sua empresa seria focado em "relacionamentos duradouros" e não em "encontros rápidos".

Como vai funcionar?

Chrix Cox, Chefe de Produto do Facebook, explicou mais detalhes de como a nova ferramenta de namoro da rede social vai funcionar
Divulgação/Facebook
Chrix Cox, Chefe de Produto do Facebook, explicou mais detalhes de como a nova ferramenta de namoro da rede social vai funcionar

Após o anúncio de Zuckerberg, o Chefe de Produto do Facebook, Chris Cox, explicou outros detalhes sobre como a nova ferramente vai funcionar. Ele afirmou que o novo serviço será opcional, gratuito e que os usuários terão que acessar uma área restrita do site para criar um perfil com fotos e algumas informações pessoais que seus amigos na rede social não poderão ver.

Leia também: Facebook está testando implementação de botão "não curti" na rede social

A partir daí, os usuários terão acesso a uma lista de eventos que acontecerão próximos a ele e poderão "desbloquear" seu perfil para outros convidados que também usem a ferramenta de namoro e que estão confirmados em eventos em comum.

Visualizando os perfis uns dos outros, os usuários poderão abrir conversas que serão mantidas separadas do Messenger e do WhatsApp e que só permitirão troca de mensagens. Nada de fotos. Nem vídeos. Segundo Zuckerberg, "por segurança".

Já segundo Chrix Cox, o método de aproximação de pessoas escolhido pelo Facebook, "imita o jeito como pessoas realmente namoram, que é geralmente por meio de eventos e instituições em que estão conectados".

Nenhum executivo, porém, estabeleceu um prazo para que a nova ferramenta esteja disponível aos usuários, mas pelo nível de precisão das demais informações, isso não deverá muito a acontecer.

Leia também: Nova versão do Android substitui emoji de arma de fogo por pistola d'água

O mercado também entendeu assim tanto que o anúncio do Facebook derrubou as ações da Match Group Inc., empresa dona de grandes plataformas do setor como Tinder e Match.com, em 22%.

    Leia tudo sobre: Facebook
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.