Tamanho do texto

Em foto vazada por funcionário da empresa é possível ver opção disponível para usuário pedir um Uber na hora ou esperar por um momento futuro. Veja

Brasil Econômico

Passageiros que esperarem mais por Uber poderão pagar menos por corrida de acordo com função que está sendo testada
Reprodução
Passageiros que esperarem mais por Uber poderão pagar menos por corrida de acordo com função que está sendo testada

Uma nova funcionalidade que está sendo testada pela Uber foi revelada nesta terça-feira (19) depois que um funcionário da empresa com acesso à ferramenta publicou uma foto na rede social e deixou vazar a novidade, revelada pelo site Quartz. Trata-se de um recurso que permite aos usuários chamarem um motorista imediatamente pelo aplicativo ou aguardar para chamar num momento futuro onde terão um desconto e os preços estarão menores.

Leia também: Criminosos usam Uber para aplicar golpe que rouba dados do seu cartão de crédito

Nova função que está sendo testada por funcionários da Uber nos Estados Unidos permite que usuários escolham pedir um carro agora ou num momento futuro
Reprodução
Nova função que está sendo testada por funcionários da Uber nos Estados Unidos permite que usuários escolham pedir um carro agora ou num momento futuro

Na imagem compartilhada pelo Twitter (que foi posteriormente apagada) é possível ver uma mensagem dizendo "preços estão mais baixos às 17h. Se você concordar em sair mais tarde, vamos requisitar sua corrida às 17h por um preço menor." Na ocasião, o funcionário da Uber estava fazendo o pedido às 16h56 por US$ 10,18, e pagaria US$ 8,15 se esperasse mais quatro minutos, até às 17h. Um desconto de 25%.

Após o vazamento, ainda segundo o Quartz, a empresa confirmou a novidade. Ela comunicou que estava realizando testes para a nova função com funcionários da Uber em Los Angeles e San Franciso e ainda afirmou que "preço é a principal razão pela qual passageiros escolhem corridas compartilhadas e nós estamos internamente experimentando uma maneira de economizar dinheiro em troca de uma espera maior."

Ainda não há uma previsão de quando esse desconto para o usuário em ocasiões nas quais ele está disposto a esperar um pouco mais será aplicada. Para que isso aconteça, ainda será necessário que a função passe por todos os testes da empresa, algo para o que a Uber não quis divulgar um prazo.

De qualquer forma, através dessa revelação a Uber parece estar ciente de que o seu principal trunfo é a capacidade de oferecer corridas com certo conforto e comodidade a preços acessíveis. Vale dizer, porém, que a empresa retirou do aplicativo a função que mostra quando por excesso de demana ou falta de oferta de motoristas a "tarifa dinâmica" foi ativada, mostrando apenas a projeção de valor final da corrida, independentemente disso.

Leia também: Uber solicita registro de patente de sistema para identificar usuários bêbados

Passageiros bêbados e gorjetas

Essa, porém, não foi a única novidade envolvendo a Uber que foi descoberta essa semana. Enquanto testa a possibilidade de dar desconto para usuários que esperarem mais por uma corrida, a Uber também registrou a patente de um sistema que busca identificar os usuários do aplicativo de transporte que estão bêbados.

O método utilizado para detectar se o indivíduo está ou não sob efeito de álcool pretende usar informações como localização, precisão e velocidade do preenchimento de dados, o comportamento de interação com a interface, a velocidade com que o usuário está andando e até mesmo o ângulo em que o usuário está segurando o dispositivo.

Dessa forma, a Uber espera estar habilitada a alertar os motoristas sobre as condições do passageiro para que teoricamente os profissionais possam estar preparados para prestar um atendimento personalizado. Não está descartada a possibilidade de que os motoristas passem por um treinamento especial para atender os beberrões.

Além disso, a empresa anunciou que a função de dar gorjetas para o motorista pagando no crédito através do aplicativo, assim como as próprias corridas já está disponível em várias cidades brasileiras: Maringá, Cuiabá, São José dos Campos, Vitória, Campo Grande e Natal.

Nesses locais, ao encerrar a corrida, os usuários que já podiam fazer uma avaliação dos motoristas agora poderão também escolher um valor para dar de gorjeta aos motoristas dentro de um prazo de 30 dias a partir do serviço prestado.

Leia também: Usuários do Uber no Brasil poderão dar gorjeta para motoristas pelo aplicativo

O sistema de gorjetas também funcionará para o serviço de entrega da comida, o Uber Eats. Nesse caso, o sistema também permite avaliar e deixar uma gorjeta para o entregador que prestar um bom serviço aos usuários. Combinados, talvez essa seja uma boa maneira de utilizar o desconto dado por aguardar um pouco mais.

    Leia tudo sobre: aplicativo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.