Tamanho do texto

De acordo com o Google Trends, entre as consultas relacionadas mais pesquisadas pelo eleitor brasileiro em relação a Daciolo foi “Ursal”; veja

Antes do debate, Cabo Daciolo tinha apenas 1% das buscas no Google
Montagem iG/TV Bandeirantes
Antes do debate, Cabo Daciolo tinha apenas 1% das buscas no Google

O debate entre os presidenciáveis dessa quinta-feira (10), na TV Bandeirantes, veio com uma novidade que permitiu o mundo inteiro saber, em tempo real, como o brasileiro se comportou no Google durante o evento. Com a parceria entre o site de buscas e a rede de televisão, vimos que o nome do candidato Cabo Daciolo (Patriota) foi o que mais cresceu em número de buscas.

Leia também: De "Perdeu, playboy" a "50 tons de Temer": veja as melhores frases do debate

Segundo dados do Google Trends, antes do debate de ontem, Jair Bolsonaro (PSL) era o candidato mais pesquisado no Google, com aproximadamente 70% do total das buscas, mas, no final da transmissão, apresentava apenas 24%. Em contrapartida, o candidato  Cabo Daciolo  representava apenas 1% das buscas dos internautas, porém chegou ao final do evento com 23% das pesquisas. 

Termos relacionados ao Cabo Daciolo

Durante o debate, o nome de Cabo Daciolo também foi relacionado a outros candidatos
shutterstock
Durante o debate, o nome de Cabo Daciolo também foi relacionado a outros candidatos

De acordo com a plataforma, a consulta relacionada mais pesquisada pelo eleitor brasileiro em relação a Daciolo foi “ Ursal ”, sigla para  União das Repúblicas Socialistas da América Latina, a que o candidato do Patriotas se referiu para perguntar a Ciro Gomes (PDT) sobre sua ligação com o "Foro de São Paulo e a  Ursal ", teoria da conspiração que recheou as redes sociais de memes durante a noite, aliás. 

O mesmo termo foi utilizado para as consultas relacionadas aos candidatos Ciro Gomes e Henrique Meirelles (MDB), que ficaram respectivamente com 14% e 5% das pesquisas do Google.

Já em relação a Bolsonaro, as consultas relacionadas feitas na noite de ontem foram “the economist” e sobre também sobre o concorrente Cabo Daciolo.

Contudo, mesmo que a variação de interesse dos eleitores sobre o candidato do Patriota, o nome do candidato do PSL continuou a ser o mais pesquisado pelos eleitores.

Em relação ao candidato Alvaro Dias (Podemos) , terminou o debate com 13% das buscas, a consulta relacionada mais pesquisada no Google foi, curiosamente, o nome do cantor “Fabio Junior”, devido à semelhança entre ambos. Os internautas também relacionaram o candidato com a sigla “OCDE”, que é Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico.

O candidato do Psol, Guilherme Boulos, também bateu a marca dos 13% das buscas, mas os termos relacionados são “Foro de São Paulo” e “intenção de voto”.

Em relação a isso, Geraldo Alckmin (PSDB) e Marina Silva (Rede) saíram do debate na lanterna de buscas do Google em relação aos concorrentes, com apenas 4%.

Leia também: Em evento paralelo, Haddad ataca PSDB e fala em censura a Lula no debate da Band

Durante o debate da Band , os dados ficaram disponíveis para o público pelo site do Google Trends, e a hashtag do debate alcançou 1,5% milhão de citações, o que fez com que o assunto chegasse ao topo do trending topics  mundiais do Twitter.

Por fim, vale mencionar que as buscas feitas no Google sobre o Cabo Daciolo e os demais presidenciáveis não têm nenhuma ligação com a corrida presidencial e um favoritismo político, apenas as pesquisas dos brasileiros.  

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.