Tamanho do texto

É a primeira vez que metade da zona rural e das classes C e D estão na rede

O número de brasileiro usando internet segue aumentando: passou de 67% para 70% da população, totalizando 126,9 milhões de pessoas com acesso à tecnologia em 2018, conforme revela a pesquisa TIC Domicílios, divulgada nesta quarta-feira (28).

Leia também: Proteja-se: golpe rouba conta WhatsApp e já afetou 8,5 milhões de brasileiros

pessoas usando celular arrow-options
shutterstock
Maioria da população utiliza o celular para ter acesso à internet, aponta pesquisa

O estudo é feito todos os anos pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), e coleta informações sobre conexão à internet em residências.

Seguindo o padrão do último levantamento, o dispositivo móvel continuou sendo o meio mais recorrido para se conectar à rede: 97% dos entrevistados disseram  acessar a internet pelo celular (em 2017, esse número era de 96%).

Internet entre os menos abastados

Ao fazer um recorte socieconomico, as classes D e E, se destacam no crescimento do uso da tecnologia. Essa é a primeira vez que metade dessa camada da sociedade é vista conectada. De 2015 para 2018, essa camada da sociedade que tinha contato com a internet saiu de 30% para 48% de seu total.

Desse percentual, 85%  fazem uso da tecnologia exclusivamente via celular. "É importante destacar que, apesar de cada vez mais brasileiros da classe DE usarem a Internet, esse acesso tem acontecido quase que exclusivamente por meio do telefone celular e das redes móveis , o que pode limitar o desenvolvimento de habilidades digitais mais complexas e a apropriação efetiva das tecnologias", comenta Alexandre Barbosa, gerente do Cetic.br.

Apenas 2% se conecta pelo computador e 13% têm acesso tanto pelo aparelho móvel quanto pelo computador. Também entre os usuários dessa classe socioeconômica, 29% acessam a Internet apenas via Wi-Fi .

Leia também: Está difícil focar no estudo ou no trabalho? Recurso do Android pode ajudar

Zona rural online

Além das camadas menos favorecidas da sociedade estarem mais em contato com a internet, também pela primeira vez, metade da zona rural brasileira está acessando a rede. De 2017 para cá, esse percentual cresceu 5 pontos percentuais, saindo de 44% para 49% em um ano.

Um terço dos brasileiros pediu um motorista por aplicativo

uber arrow-options
Divulgação
32% dos usuários de internet chegou a pedir um motorista de app ou táxi pela internet

O comportamento dos usuários também foi analisado na pesquisa e revelou que um terço (32%) dos brasileiros que são usuários de internet pediu táxis ou motoristas em aplicativos, o que representa 40,8 milhões de pessoas.

Ainda segundo a pesquisa, 28% dos usuários pagaram por serviços de filmes ou séries on-line, 12% fizeram pedidos de refeições em sítios ou aplicativos e 8% pagaram por serviços de música.

Ainda no que se refere ao comércio eletrônico, 60% dos brasileiros conectados pesquisaram os preços de produtos e serviços, 34% fizeram compras ou encomendas on-line e 19% divulgaram ou venderam produtos e serviços. Os principais canais de divulgação e venda são as redes sociais (67%), os sítios de compra e venda (63%), mensagens em aplicativos de conversas (48%) e e-mail (13%).