Rappi arrow-options
Divulgação
Agora dá para chamar táxi direto na Rappi


A partir desta terça-feira (17), a startup Rappi passa a oferecer serviço de transporte urbano em seu aplicativo . Por enquanto, o recurso só disponibiliza táxis e funciona apenas na cidade de São Paulo, mas a ideia é expandir para outras cidades e acrescentar também carros particulares. 

Conhecida por entregar quase tudo na casa dos consumidores, a Rappi busca oferecer cada vez mais serviços. O desejo da startup colombiana é se consolidar como um superaplicativo , no qual os usuário podem encontrar boa parte das funcionalidades que precisam. 

Leia também: Ok, Google! Nubank, Rappi, iFood e Banco do Brasil chegam ao Assistente

Transporte urbano

Depois de lançar o aluguel de patinetes no aplicativo , agora foi a vez de adicionar o recurso de pedir carro. A novidade é uma parceria com a empresa brasileira Wappa , que opera com taxistas regularizados e com uma frota de carros particulares. A parceira será responsável por cuidar de toda a logística mas, para o usuário, tudo funcionará dentro do aplicativo da Rappi

O novo serviço deve competir com outros grandes nomes como Uber , Cabify e 99 , mas a Rappi parece não temer. O objetivo da companhia é, no longo prazo, dominar ambos os mercados: de transporte e alimentação. 

Leia também: iFood, Rappi e Uber Eats: conheça as diferenças entre os aplicativos de delivery

Só em São Paulo?

Por enquanto, a novidade chega apenas à cidade de São Paulo , onde os usuários já podem pedir seus carros através do aplicativo da Rappi . Por enquanto, só táxis estão cadastrados, e o valor cobrado é o calculado normalmente pelo taxímetro. 

O objetivo da Rappi e da Wappa, porém, é que dentro de três meses a novidade já tenha chegado a todas as demais cidades em que Rappi atua no Brasil, incluindo também o transporte por carros particulares, em um modelo mais parecido com Uber e Cabify .

    Leia tudo sobre: aplicativo

    Veja Também

      Mostrar mais