Windows 7 arrow-options
Unsplash/Tadas Sar
Windows 7 teve atualizações descontinuadas


O Procon-SP notificou, na última sexta-feira (31), a Via Varejo , empresa responsável por diversos e-commerces - dentre eles, o extra.com.br. O motivo foi a venda de licenças do Windows 7 através do site do Extra

Nas últimas semanas, a Microsoft anunciou que não oferecerá mais suporte nem atualizações ao Windows 7 , já que esta versão do sistema operacional foi encerrada. Ainda assim, a venda do software segue sendo feita no site do Extra , o que gerou reclamações de consumidores e, em seguida, a notificação do Procon-SP, vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania.

Leia também: Suporte ao Windows 7 acaba hoje! Veja como atualizar de graça para o Windows 10

O órgão afirma que a Via Varejo tem até 72 horas para responder quantas licenças do Windows 7 foram comercializadas em 2019. Além disso, o Procon-SP também quer saber se os consumidores foram devidamente informados da falta de atualização e, se sim, como e em que etapa da compra essa informação é dada ao consumidor. 

Procurada pela reportagem, a Via Varejo  se manifestou através do seguinte posicionamento:

"A Via Varejo informa que os produtos citados na matéria foram comercializados exclusivamente por sellers de marketplace do extra.com e já os orientou sobre a informação técnica pertinente recebida do fabricante. A empresa esclarece ainda que toda a atualização de softwares, suporte e informações técnicas são de responsabilidade do fornecedor. A companhia ressalta que pelo previsto no CDC [Código de Defesa do Consumidor] o fabricante permanece responsável pelos produtos em questão, pelo seu tempo de garantia". 

    Veja Também

      Mostrar mais