e-commerces arrow-options
Unsplash
Veja o que mais está sendo vendido online


Com o isolamento social causado pela pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), é natural que as vendas online aumentem. Mas se engana quem pensa que só alimentos e remédios teriam mais demanda neste período. De acordo com uma pesquisa realizada pela Konduto, antifraude de pagamentos online, os brinquedos se destacaram bastante. 

Em comparação com o início do mês de março, o período entre os dias 15 e 24 registrou um aumento de 643% nas vendas de brinquedos em e-commerces . Os supermercados ficaram em segundo lugar, com alta de 448% nos pedidos. 

Leia também: Em forma na quarentena: os 6 melhores aplicativos para treinar sem sair de casa

Tom Canabarro, CEO da Konduto, acredita que os clientes procuraram garantir entretenimento durante o período de isolamento social. “O crescimento de segmentos que vendem produtos básicos online, como farmácias e supermercados, já era esperado diante das medidas de quarentena e isolamento. Por outro lado, os consumidores se preocuparam em garantir entretenimento para todas as idades no período, vide o avanço de brinquedos e games online”, afirma. 

Depois de brinquedos e supermercados, o setor que mais cresceu durante a quarentena foi o dos artigos esportivos , com alta de 188%. Os pedidos de halteres, colchonetes, tapetes de ioga e até equipamentos como elípticos e bicicletas ergométricas cresceram, indicando que as pessoas estão buscando manter a saúde mesmo dentro de casa. 

Aa farmácias ficaram em quarto lugar nessa lista, com aumento de 75% nas vendas. Em seguida, vieram os games online (58%) e os aplicativos de entrega (56%).

    Veja Também

      Mostrar mais