Disney
Unsplash/ Mika Baumeister
Disney+ chega ao Brasil em novembro

O Disney+ chegará ao Brasil custando na "faixa de menor preço da Netflix", de acordo com Diego Lerner, presidente da The Walt Disney Company para a América Latina, em entrevista à revista Veja. O serviço de streaming da Disney  desembarca no Brasil em 17 de novembro para competir, sobretudo, com Netflix e Amazon Prime Video

"Cobraremos em moeda local, não em dólar. Vamos estar na faixa de menor preço do Netflix, porque queremos uma penetração massiva no Brasil", disse Lerner.

O plano mais barato da Netflix no Brasil custa R$21,90 ao mês. Isso significa que o Disney+ pode chegar por aqui custando menos do que se esperava: em agosto, um vazamento do aplicativo do serviço para Android indicava o valor de R$28,90 mensais

Produções brasileiras

Na mesma entrevista, o executivo ainda disse que a Disney pretende fazer produções brasileiras, com atores e diretores locais. Esta é uma estratégia que já vem sendo adotada, por exemplo, pela Netflix. A respeito da concorrência, porém, Lerner diz que o Disney+ tem um diferencial.

"Com muito respeito aos concorrentes, nossa proposta não é comparável. Existe uma distinção com relação às outras das marcas. Ninguém, por exemplo, usaria uma camisa estampada por essas outras plataformas. A Disney tem uma conexão emocional inigualável com o consumidor. Isso se soma ao conteúdo diferenciado", afirmou.

Além disso, o executivo também ressaltou que a quantidade de conteúdos exclusivos vai atrair os clientes. Recentemente, diversas produções da Disney, Marvel, Pixar e Star Wars  deixaram a Netflix e o Prime Video porque será exclusivas do Disney+ .

Lerner ainda disse que não haverá mais a opção de aluguel online. "Mulan estreia no Brasil dia 4 de dezembro e não haverá qualquer taxa extra aqui. Isso vale também para todos os outros lançamentos no futuro".

    Veja Também

      Mostrar mais