papi noel natal shopping
Unsplash/Alicia Slough
Papai Noel ganhará recursos tecnológicos este ano

O Natal está se aproximando e, devido à pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), centros comerciais de todo o mundo tiveram que repensar a presença do Papai Noel . Neste ano, o bom velhinho não vai poder estar presencialmente para abraçar as crianças- o que não significa que será o primeiro Natal sem Papai Noel.

A tendência é que haja muito investimento em tecnologia para conseguir substituir a figura tradicional. "Nós temos visto que muitos shoppings estão se preparando através da tecnologia. Eu vejo isso como uma grande tendência", afirma Jannine Bastos, gerente de marketing do Litoral Plaza, shopping na Praia Grande, cidade do litoral paulista. 

Ela conta que o maior desafio, porém, é conseguir trazer o Papai Noel sem deixar que a experiência do público esfrie por conta das telas. "O que nós nos preocupamos mais, desde o início, é de investirmos na tecnologia, mas sem perder o afeto. Demonstrar essa presença de uma forma aquecida para o nosso público, para que ele pudesse ter um contato mais próximo, ainda que com toda essa tecnologia", conta. 

E não foi pouco tempo planejando, não. Jannine conta que, desde que a pandemia começou, o plano B para as ações de Natal também começaram a ser pensados. De acordo com a gerente, o shopping já se prepara para trazer um Papai Noel tecnológico desde abril.

Papai Noel na tela

O centro comercial prepara diversas ações para o Natal, algumas instaladas no próprio shopping e outras através das redes sociais . Neste ano, o Papai Noel vai ficar em um estúdio, o que não vai impedi-lo de estar perto do público - mesmo que não fisicamente.

É de lá que ele vai atender às ligações do Noel Phone , que vai estar instalado junto com a decoração natalina do shopping e poderá ser usado por qualquer cliente - sobretudo as crianças. "Este ano, o Papai Noel não poderá abraçá-las, mas uma boa conversa por telefone nós vamos garantir", diz Jannine.

Também é do estúdio que o bom velhinho vai interagir com crianças e adultos através de uma tela gigante instalada no shopping. No display , os clientes poderão ver fotos do Papai Noel e, sem que eles saibam o horário, o personagem vai surgir em algum momento do dia e interagir através de uma videochamada . "A característica principal é a surpresa e o impacto visual", pontua a gerente.

Além disso, o centro comercial já planeja ações nas redes sociais. Em uma delas, será mostrado o home office do Papai Noel , na qual ele vai ler as cartinhas que recebe e mostrar seu cotidiano de trabalho.

Mudanças vieram para ficar

As novidades tecnológicas que consumidores verão em shoppings de todo o país neste ano não estão restritas, porém, a este período da pandemia. A aposta é que as novidades continuem nos próximos anos, mesmo que dividindo espaço com a presença física do Papai Noel .

"Esse salto tecnológico não tem volta. Muitos passos tecnológicos que a gente demoraria mais para dar, nós estamos dando, hoje, com uma convicção muito maior. Isso vai, com certeza, fazer parte das ações daqui para frente", opina Jannine.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários