Google muda regras na UE
Unsplash
Google muda regras na UE

O Google anunciou, nesta terça-feira (8), que vai permitir que outros buscadores sejam usados como padrão em dispositivos Android na Europa. A mudança faz parte de uma promessa feita pela gigante de tecnologia a reguladores antitruste da União Europeia ainda em 2019. As informações são da Reuters.

"Agora, estamos fazendo algumas alterações finais na tela de escolha, incluindo tornar a participação gratuita para provedores de pesquisa qualificados. Também aumentaremos o número de provedores de pesquisa exibidos na tela", afirmou Oliver Bethell, diretor do Google.

As opções vão variar de acordo com o país, já que o Google vai usar o StatCounter para definir os cinco mecanismos de busca mais populares em cada localidade - o buscador da gigante de tecnologia sempre fará parte da lista.

As opções vão aparecer em ordem aleatória na parte superior de uma tela exibida no Android . Sete outros buscadores serão disponibilizados na parte inferior, e a mudança passa a valer em setembro.

Antes, o Google só permitia quatro concorrentes que era escolhidos através de leilões realizados em cada país do bloco. Ou seja, quem quisesse concorrer com a gigante tinha que desembolsar um bom dinheiro. Em 2019, além de prometer mudanças, a big tech teve que pagar multa de 4,3 bilhões de euros por usar o Android para estabelecer o dominío do seu buscador.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários