Gamers serão barrados na China
Unsplash/Emmanuel
Gamers serão barrados na China

A gigante de tecnologia chinesa Tencent passou a usar nesta semana um sistema de reconhecimento facial para grantir que menores de 18 anos não fiquem jogando de madrugada. A companhia é a distribuidora de vários games no país, como  League of Legends e Call of Duty .

A novidade, chamada de "patrulha da meia-noite" vem para cumprir uma  regra de 2019 do governo da China que proíbe jovens de jogarem entre as 22h e as 8h. Além disso, eles devem respeitar um limite máximo de 90 minutos de games por dia.

A Tencent já exigia que os jogadores façam registros online usando documentos ligados a uma base de dados nacional, para garantir que os gamers da madrugada fossem todos adultos. Os adolescentes, porém, estavam usando documentos de adultos para driblarem a regra.

Agora, a empresa exige que os usuários deem acesso à câmera do computador ou do celular. Em tempo real, um sistema de reconhecimento facial cruza essas imagens com as apresentadas no documento.

De acordo com comunicado da Tencent, a ferramenta é testada desde abril e, agora, será liberada gradualmente a todos os usuários. Por enqaunto, nem todos os jogos são monitorados.

Com o reconhecimento facial, menores de idade serão bloqueados sempre que jogarem durante o "toque de recolher" ou quando excederem o limite máximo diário. Adultos que forem bloqueados de forma indevida poderão pedir uma nova leitura facial, garante a Tencent.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários