Google bane apps
Unsplash/Kai Wenzel
Google bane apps

O Google vai proibir, a partir do dia 1º de setembro, que aplicativos para encontrar "sugar daddies" estejam na Google Play Store, a loja oficial do Android. Isso acontece porque a gigante de tecnologia está mudando suas regras e vai impedir qualquer tipo de app relacionado a "relações sexuais compensadas".

O termo "sugar daddy"  é usado para definir relacionamentos nos quais indivíduos mais velhos e ricos dão presentes caros para parceiros mais jovens. Na Play Store, diversos aplicativos existem para dar um "match" entre os dois tipos de pessoas.

De acordo com o Android Police, nenhum desses aplicativos explicitamente diz que que os homens mais velhos devem recompensar as parceiras mais jovens financeiramente, mas a riqueza dos "daddies" é enfatizada.

Atualmente, a Play Store proíbe aplicativos que promovam "serviços que podem ser interpretados como fornecimento de atos sexuais em troca de compensação". Agora, os novos termos alteram a redação, ampliando a definição para incluir explicitamente apps de "namoro compensado ou acordos sexuais em que se espera ou implique que um participante forneça dinheiro, presentes ou apoio financeiro a outro participante ('sugar dating')".

O Google não diz o motivo pelo qual os aplicativos estão sendo banidos agora. Desde 2018, porém, os Estados Unidos passaram a punir empresas de tecnologia que "promovem ou facilitam a prostituição".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários