Vazamento expõe governo brasileiros
Unsplash/Markus Spiske
Vazamento expõe governo brasileiros

Cresceu 236% a presença de senhas ligadas a e-mails governamentais brasileiros em vazamentos de dados no segundo trimestre deste ano, de acordo com um relatório da empresa de segurança digital Axur, divulgado pelo G1 nesta terça-feira (24).

De acordo com o levantamento, e-mails com a terminação ".gov.br" apareceram em vazamentos 160.478 vezes entre abril e junho. No primeiro trimestre deste ano, a taxa tinha sido de 47.654 vezes. Os números podem não corresponder ao total de endereços expostos, já que um e-mail pode estar presente em vários vazamentos.

Os dados vazados não significam que sistemas do governo brasileiro foram invadidos, mas sim que empresas privadas que armazenam informações de clientes com e-mails governamentais sofreram incidentes cibernéticos.

Independente da origem dos dados, porém, a exposição de senhas de servidores públicos é perigosa, já que representa um descuido, afirma Fabio Ramos, CEO da Axur. "Você pega uma base vazada e vê que tem gente que usa e-mail do governo com uma senha que certamente é a mesma que usa para acessar sistemas internos do governo", disse ele ao G1.

Com o acesso a essas senhas, hackers poderiam conseguir acessar outros sistemas governamentais, por exemplo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários