União Europeia abre investigação sobe violação de privacidade no TikTok
Ana Marques
União Europeia abre investigação sobe violação de privacidade no TikTok

O TikTok será alvo de investigação na União Europeia (UE). O principal órgão regulador da privacidade de dados no bloco abriu nesta quarta-feira (15) uma apuração relacionada à violação de dados pessoais de crianças e transferências de dados pessoais para a China.

A Folha de São Paulo informa que a Comissão de Proteção de Dados da Irlanda, o principal regulador de muitas das maiores empresas de internet do mundo na UE, devido à localização de suas sedes regionais na Irlanda, pode impor multas de até 4% da receita global da empresa ByteDance. 

Em agosto, o aplicativo anunciou medidas que restringem o acesso aos dados de adolescentes após críticas sobre veiculação de conteúdo impróprio.

"A privacidade e a segurança da comunidade TikTok, especialmente de nossos membros mais jovens, são nossa maior prioridade", disse o porta-voz da empresa.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários