TikTok impõe limite na China
Unsplash/Kon Karampelas
TikTok impõe limite na China

O aplicativo Douyin, a versão chinesa do TikTok, só poderá ser usado por 40 minutos diários por menores de 14 anos. As novas regras foram divulgadas no sábado (18) pela ByteDance, empresa dona de ambas as redes sociais.

As mudanças obedecem novas restrições do governo chinês de acesso de crianças e adolescentes a plataformas digitais, sobretudo videogames. Agora, quem tem menos de 14 anos não pode usar o Douyin entre 22h e 6h, além de terem o limite máximo diário.

As regras só valem para "usuários autenticados com nome real" e, por isso, a ByteDance incentiva os pais a ajudarem seus filhos a concluírem a autenticação na rede social, além de ativarem o "modo jovem".

O "modo jovem" no Douyin deixa a plataforma mais direcionada a adolescentes e, agora, inclui materiais educacionais como "experimentos científicos populares interessantes, exposições em museus e galerias, belas paisagens em todo o país e explicações sobre o conhecimento histórico".

Apesar da mudança seguir uma lei na China, o  TikTok vem criando novas ferramentas para jovens em todo o mundo, a fim de não se tornar uma rede social prejudicial a eles. Atualmente, adolescentes de todos os países no qual o aplicativo está presente têm as notificações desligadas entre 21h e 22h, a depender da idade.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários