iPhone poderá detectar depressão e autismo
Bruno Gall De Blasi
iPhone poderá detectar depressão e autismo

A Apple está trabalhando em recursos tecnológicos capazes de detectar depressão, declínio cognitivo e autismo através de iPhones. A novidade foi descoberta pelo jornal The Wall Street Journal, que publicou uma reportagem com fontes e documentos ligados à empresa nesta terça-feira (21).

De acordo com o jornal, a Apple está trabalhando em conjunto com a Universidade da Califórnia e com a Biogen, uma empresa de biotecnologia. Juntas, elas estão realizando uma pesquisa que quer descobrir se dados como expressões faciais, padrão de sono e forma de digitar podem indicar questões de saúde mental, como depressão e declínio cognitivo.

Além disso, a gigante de tecnologia também está desenvolvendo um algoritmo que poderia detectar autismo em crianças através da câmera do iPhone, observando o comportamento dos pequenos. Nesse aspecto, o jornal aponta que o projeto estaria sendo desenvolvido em conjunto com a Duke University.

Por enquanto, a Apple não comentou oficialmente o assunto, e não é possível saber quando essas tecnologias ficariam prontas e se seriam distribuídas a todos os usuários ou utilizadas apenas por médicos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários