UB-C pode se tornar padrão europeu
Reprodução
UB-C pode se tornar padrão europeu

A União Europeia anunciou seu plano de forçar fabricantes de smartphones a utilizarem o padrão USB-C para as portas de entrada de recarga. A maior impactada pela proposta deve ser a Apple, que ainda insiste em usar seu padrão próprio, o conector Lightning, diferente de todas as outras fabricantes de celulares Android.

O objetivo do bloco é reduzir a quantidade de lixo eletrônico, padronizando os carregadores e cabos para que eles possam ser usados em múltiplos dispositivos. Além de smartphones, a proposta de universalizar o USB-C também se aplica a tablets, fones de ouvido, alto-falantes, consoles de videogames e câmeras. De acordo com a prosposta, será permitida a venda de dispositivos sem carregador incluído.

Para virar lei, a proposta precisa ser aprovada em votação no Parlamento Europeu. Se isso acontecer, as empresas de dispositivos eletrônicos terão 24 meses para se adaptarem às novas regras. No início de 2020, o parlamento já votou a favor de um padrão para carregadores, o que indica que a proposta atual deve ter amplo apoio.

"Com a nossa proposta, os consumidores europeus poderão usar um único carregador para todos os seus eletrônicos portáteis - um passo importante para aumentar a conveniência e reduzir o desperdício", declarou o comissário europeu Thierry Breton.

"Os consumidores europeus ficaram frustrados por muito tempo com carregadores incompatíveis amontoando-se em suas gavetas. Demos muito tempo à indústria para apresentar suas próprias soluções, agora é hora de uma ação legislativa para um carregador comum", disse a vice-presidente executiva da Comissão Europeia, Margrethe Vestager.

Por enquanto, a proposta é focada na porta de entrada dos próprios dispositivos, que deverão cumprir o padrão USB-C. A Comissão Europeia disse, porém, que espera garantir "interoperabilidade total" em ambas as extremidade do cabo conector.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários