Google é acusado de monopólio
Unsplash/Kai Wenzel
Google é acusado de monopólio

O Google cobra uma taxa em cima de cada transação relacionada a anúncios, e o valor dela é de duas a quatro vezes maior que o praticado por concorrentes no setor de marketing digital. A informação está presente em documentos de uma ação judicial no Texas (EUA), aos quais o jornal The Wall Street Journal teve acesso.

Segundo os documentos, o Google fica com uma fatia entre 22% e 42% de toda a receita com anúncios no mercado publicitário dos EUA que passam por seus sistemas.

Na ação judicial, o Google é acusado de cobrar taxas mais altas dos anunciantes de pequeno porte, além de abusar do seu grau de dominância no mercado publicitário.

A gigante de tecnologia ainda é acusada de limitar opções de anúncios online, sufocando a cocnorrência. Segundo a reportagem do The Wall Street Journal, a ação judicial defende que as práticas do Google inflacionam os custos de publicidade, gasto que é repassado aos consumidores, aumentando o preço dos mais variados produtos.

Depois da publicação da reportagem, o Google se defendeu. "O processo judicial está cheio de imprecisões. Nossas taxas de publicidade são, na verdade, menores do que a média do setor", disse Peter Schottenfels, porta-voz da empresa.

Leia Também

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários