Telefónica
Igor Shimabukuro
Telefónica

Depois do e-commerce e do live commerce ganharem espaço mundo afora, chegou a vez do TV Commerce. A iniciativa está sendo apresentada pela espanhola Telefónica, dona da Vivo. Durante o Mobile World Congress, maior evento de telecomunicações do mundo, que acontece de forma presencial em Barcelona essa semana, a empresa revelou a parceria inédita com a Amazon para permitir que consumidores comprem produtos sentados no sofá com controle remoto na mão.

A iniciativa pode marcar uma nova fase do comércio eletrônico. Hoje há diversas iniciativas no mundo para unir o conteúdo audiovisual com o comércio pela internet. A expectativa é que a rede 5G, por ter velocidade de conexão até cem vezes maior que o 4G atual, incentive o desenvolvimento de soluções. 

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia 

Na Espanha, os clientes poderão acessar todo o catálogo com 20 mil produtos da Amazon dentro do ambiente de TV por assinatura da Telefónica, que por aqui se chama "Movistar Plus+". A dona da Vivo explicou que o lançamento faz parte de sua estratégia de Casa Digital, que inclui uma série de serviços por conta da implantação da rede 5G.

O funcionamento é simples, explicam as empresas. Ao ligar a TV, basta escolher a seção de compras através de um app. Nesse primeiro momento, o pagamento é concluído no celular ou computador. Na Espanha, mais de um milhão de clientes poderão ter acesso ao serviço. A parceria entre Telefónica e Amazon envolve ainda a integração do serviços de streaming e de cloud entre as duas empresas.

Leia Também

"A Amazon é um parceiro estratégico para a Telefónica, com quem continuaremos a colaborar em novas iniciativas para oferecer serviços integrados aos nossos clientes como parte da proposta de casa digital", disse Chema Alonso, diretora digital da Telefónica.

Para o consultor de varejo Armando Soares, as empresas de tecnologia estão criando as mais diversas opções de serviços de forma a acelerar as receitas e criar novas opções de consumo.

"Apesar do avanço dos smartphones, uma coisa é certa: todos sempre estão à frente da TV. Então, por que não pensar em soluções como comprar na hora algo que se vê na TV? Esse é o futuro do mundo conectado em alta velocidade. Ainda estamos no início desse novo universo", disse Soares. ( *O repórter viajou à convite da Huawei)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários