Instagram volta a ter feed cronológico; veja como ativar

Agora, usuário pode escolher como vê as publicações

Instagram libera duas novas opções para organizar o feed
Foto: Unsplash
Instagram libera duas novas opções para organizar o feed

O Instagram anunciou nesta quarta-feira (23) que o feed cronológico voltou para a rede social. Agora, é possível ver as publicações de acordo com o momento em que elas foram publicadas, assim como acontecia antigamente.

Segundo a rede social, a novidade está sendo distribuída para todos os usuários de forma gradual. Se ela ainda não estiver disponível para você, deve chegar nos próximos dias.

Agora, o Instagram mostrará as publicações de três formas diferentes, que podem ser escolhidas por cada usuário. Conheça:

  • Feed Inicial: o feed mostra as publicações da maneira como é atualmente, com a ordem determinada por algoritmos que agem de acordo com as preferências de cada pessoa. Aparecem posts de pessoas seguidas e de recomendações;
  • Seguindo: o feed mostra as publicações em ordem cronológica invertida, da mais recente para a mais antiga. Aparecem apenas posts de pessoas seguidas, sem recomendações;
  • Favoritos: também em ordem cronológica invertida, o feed mostra apenas publicações de amigos selecionados.

"Queremos que as pessoas tenham um controle significativo sobre sua experiência no Instagram. Cada um usa o Instagram de maneira diferente e esperamos que essas opções possam ajudar as pessoas a decidirem o que funciona melhor para elas. Além disso, realizamos pesquisas que apontaram que a nossa comunidade está mais satisfeita com um Feed classificado por algoritmo, por isso não estamos padronizando a experiência de todos em um Feed cronológico", declarou o Instagram.

Para mudar a forma como o feed é organizado, basta clicar no ícone do Instagram, na parte esquerda superior do aplicativo. Ali, aparecerão as duas novas opções. Confira:

Foto: Divulgação/Instagram - 23.03.2022
Instagram adiciona novas opções para organizar o feed


** Dimítria Coutinho atua cobrindo tecnologia há cinco anos, se dedicando também a assuntos econômicos. Antes de trabalhar no iG, era repórter do Ada, um portal de tecnologia voltado para o público feminino. É jornalista formada pela Universidade de São Paulo com passagem pelo Instituto Politécnico de Lisboa.