Hackers invadem perfil da revista Exame no Twitter e divulgam vendas de NFTs
Luciano Rocha
Hackers invadem perfil da revista Exame no Twitter e divulgam vendas de NFTs

O perfil da revista Exame no Twitter sofreu uma invasão hacker na noite da quarta-feira (21), conforme apurou o CriptoFácil. Os invasores tomaram controle da página, que tem mais de 2,8 milhões de seguidores, e começaram a oferecer vendas de NFTs.

O grupo fixou um dos tuítes no perfil da Exame com uma mensagem que leva para um perfil da coleção de NFT Doodle no agregador de links Linktree. Nele há apenas um link que convida os usuários a receberem um token de graça.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o perfil geral do Portal iG 

Contudo, é provável que tudo não passe de um golpe com o objetivo de roubar NFTs ou criptomoedas dos usuários. Portanto, evite clicar em qualquer link disponibilizado por esses invasores.

Hackers invadem perfil da Exame e publicam tuítes

A invasão começou às 18h47 da quarta-feira, quando os hackers publicaram o primeiro tuíte . Depois, num intervalo de quase três horas, os invasores publicaram outras nove mensagens, todas a respeito de uma coleção de NFTs chamada Doodle.

Esta coleção é conhecida na plataforma OpenSea e é composta de 10 mil NFTs criados por um artista chamado Burnt Toast. Conforme noticiou o CriptoFácil , a coleção contratou ninguém menos que o cantor Pharrell Williams como seu chefe de marcas.

De acordo com dados da OpenSea, a coleção é uma das 15 mais negociadas nas últimas 24 horas e tem um price floor de 11,2 Ether (ETH), o que vale cerca de R$ 92.000 em valores atuais.

Dos nove tuítes, oito deles contêm mensagens e GIFs animados referentes a coleção, como uma forma de “divulgar” os NFTs. Mas o tuíte fixado leva o usuário a uma página de reivindicação, na qual ele supostamente pode conseguir um Doodle de graça.

Hackers divulgam anúncio falso de coleção.

Hackers divulgam anúncio falso de coleção.

No entanto, trata-se de um anúncio falso, pois leva o nome de Doodles 2 – uma coleção que sequer foi criada. A empresa por trás dos Doodles de fato anunciou uma segunda coleção, que terá preços mais acessíveis, só que ainda não há uma data de lançamento para a coleção.

Até o momento da escrita deste texto, o perfil da Exame no Twitter segue no controle do hacker e as mensagens sobre os Doodles continuam ativas. Portanto, evite clicar em qualquer link e nunca, sob nenhuma hipótese, forneça seu endereço de carteira para reivindicar NFTs sem ser por uma fonte oficial.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários