Tecnoblog

Pix por aproximação e saques chegam em 2021, anuncia BC
Lucas Lima
Pix por aproximação e saques chegam em 2021, anuncia BC

Pagamento por aproximação , saques liberad os, uso na conta salário . Essas foram algumas das novidades anunciadas para a expansão do Pix em 2021, durante a primeira reunião plenária do ano do Fórum Pix, realizada nessa quinta-feira, 28. O evento online foi conduzido pelo diretor de Organização do Sistema Financeiro e de Resolução, João Manoel Pinho de Melo, que tratou da agenda evolutiva do sistema de pagamentos.

Lançado em novembro de 2020, o Pix não trouxe todos os recursos prometidos logo no lançamento, como o saque em estabelecimentos comerciais. Sobrou para 2021, com tudo e mais um pouco. Apesar da reunião não especificar datas para a liberação dos novos recursos, a promessa é que eles sejam implementados ainda este ano:

  • Conta salário no Pix: para permitir a movimentação desse tipo de conta com o sistema de pagamentos do Banco Central;
  • Integração dos apps com a lista de contatos do smartphone: para reconhecer chaves dos contatos do usuário;
  • Mecanismo de devolução de recursos pelo PSP (instituição financeira) do recebedor em casos de suspeita de fraude ou falha operacional (como o recente caso do Banco Itaú);
  • Saque Pix: para retirada do dinheiro a partir do sistema de pagamentos, em caixas eletrônicos ou estabelecimentos comerciais;
  • Pix por aproximação: pode permitir o pagamento via Pix em máquinas de cartão habilitadas com NFC.

Parcelamento de contas e débito automático

Ainda que não tenham sido confirmadas para 2021, João Manoel Pinho de Melo disse que “começaremos a especificar no segundo semestre dois produtos que agregarão ainda mais valor ao arranjo e permitirão novos casos de uso”. Trata-se do uso do Pix em pagamentos por débito automático ou parcelamento de compras.

O Pix Garantido é o nome do recurso que permitirá o parcelamento das transações (não há detalhes se o recurso funcionará como um crédito pré-aprovado ou débito automático da conta do usuário) e o Pix Débito Automático, para pagamentos recorrentes.

Você viu?

Pix já é responsável por mais transações que TED e DOC

Em um levantamento feito pelo Tecnoblog, até o dia 17 de janeiro, o Pix foi escolhido em 87,2 milhões de transações instantâneas, contra 64,7 milhões de TEDs e 7,3 milhões de DOCs feitos no mesmo período. Ainda que a quantidade de TEDs tenha sido menor, o volume financeiro ainda é superior: R$ 250 bilhões contra R$ 70 bilhões do Pix.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários