Tecnoblog

Redmi Note 10 Pro
Divulgação/Xiaomi
Redmi Note 10 Pro

A Xiaomi está colhendo bons frutos com a linha Redmi Note . A família de smartphones da companhia chinesa ultrapassou a margem de 200 milhões de unidades comercializadas globalmente. A marca chega após a empresa vigorar entre as três maiores fabricantes de celulares do mundo no primeiro trimestre de 2021.

Você viu?

O resultado é destinado às vendas da categoria como um todo. Em uma publicação na rede social chinesa Weibo, a marca anunciou nesta quinta-feira (20) que vendeu 200 milhões de unidades do telefone até o momento. Em novembro de 2020, a cifra era de 140 milhões de celulares comercializados.

Os números mostram a expressividade da linha que surgiu em 2014. Mais tarde, em 2019, a Xiaomi transformou a Redmi em uma marca independente. Sua estreia se deu com o lançamento do Redmi Note 7 no mesmo ano, cujo estoque se esgotou em menos de 9 minutos. O celular chegou a ser vendido no Brasil pela DL Eletrônicos.

No primeiro trimestre de 2021, a Xiaomi conseguiu outra marca positiva. Segundo a consultoria Strategy Analytics, a companhia alcançou a terceira colocação no mercado global de celulares, atrás somente da Samsung e Apple , respectivamente. Além disso, a empresa teve um crescimento de 80% em relação ao mesmo período do ano passado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários