PS5 tem preço reduzido
Divulgação
PS5 tem preço reduzido

O PlayStation 5 ficou mais barato no Brasil. A Sony anunciou novos preços após o  governo Bolsonaro reduzir o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de jogos eletrônicos e acessórios pela terceira vez, desde o início do mandato. O modelo mais barato do console, por exemplo, passa a custar menos de R$ 4 mil.

A redução abrange não apenas o PS5, mas também o PS4 e alguns dos principais acessórios, como controle DualSense, DualShock 4 e a câmera HD. Os novos preços serão refletidos conforme o estoque das grandes lojas forem renovados, em breve.

Novos preços do PlayStation

Veja como ficaram os novos valores, em detalhes:

Você viu?

  • PlayStation 5 Edição Digital – de R$4.199,90 por R$3.899,90
  • PlayStation 5 com leitor Blu-ray Ultra HD – de R$4.699,90 por R$4.399,90
  • Controle sem fio DualSense Branco – de R$469,90 por R$439,90
  • Controle sem fio DualSense Cosmic Red – de R$499,90 por R$469,90
  • Controle sem fio DualSense Midnight Black – de R$469,90 por R$439,90
  • Câmera HD – de R$419,90 por R$389,90
  • PlayStation 4 – de R$2.799,90 por R$2.599,90
  • Controle sem fio DUALSHOCK 4 Jet Black – de R$299,90 por R$279,90
  • Controle sem fio DUALSHOCK 4 Colors – de R$319,90 por R$299,90

Os preço são sugeridos, ou seja, nem todos os lojistas são obrigados a seguir. Ainda assim, se tudo correr como planejado, os grandes varejistas devem praticar estes exatos valores, como normalmente acontece.

Esta é a segunda redução de valor que o PS5 recebe. O console chegou a ser anunciado por um preço mais caro, antes de ser lançado.

Redução de IPI

A redução de IPI pelo governo, de acordo com a Secretaria Geral da Presidência da República, tem o objetivo de incentivar o desenvolvimento do segmento no país. Com a publicação do decreto, as reduções exatas foram as seguintes:

  • Consoles: de 30% para 20%
  • Acessórios: de 22% para 12%
  • Consoles com tela incorporada: de 6% para 0%

Entre 2018 e 2019, estes impostos eram de, respectivamente, 50%, 40% e 20%. De lá para cá o governo Bolsonaro reduziu estes números em alguns momentos. A união informou ainda que essa desoneração implicará uma redução de arrecadação de R$ 82,9 milhões em 2021. Para 2022, a estimativa da redução de tributação é de R$ 119,5 milhões. Como se trata de decreto, não precisou ser aprovada pelo Legislativo e entrou em vigor assim que anunciada.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários