Renderização do Galaxy S22 Plus
Reprodução/OnLeaks/91Mobiles
Renderização do Galaxy S22 Plus

Tradicionalmente, a Samsung utiliza chips Exynos nas variantes de celulares Galaxy S vendidas em boa parte dos países. Mas a companhia pretende fazer diferente em 2022: o Samsung Galaxy S22 está cotado a trazer o processador Qualcomm Snapdragon 898 em mais regiões. Mas a edição brasileira continuaria com o Exynos 2200.

O rumor gira em torno das variantes do sucessor do Galaxy S21. Isto porque os celulares mais avançados geralmente são lançados com um processador da Qualcomm e outro da Samsung, da linha Exynos. Além disso, a divisão é feita por região. Ou seja, teoricamente, você não pode chegar em uma loja do Brasil e escolher o chip.

No geral, a Samsung destina os componentes Exynos a boa parte do mundo. Peguemos a linha Galaxy S21, por exemplo. As unidades com o Snapdragon 888 foram destinadas para a China e Estados Unidos. Já a edição que é comercializada nos demais países traz o Exynos 2100 em seu interior. Mas essa receita pode passar por uma leve alteração.

Samsung deve lançar S22 com Snapdragon em mais países

É o que sugere uma sequência de publicações no Twitter. Nesta terça-feira (9), Max Weinbach relatou que a Samsung pretende lançar o Galaxy S22 com o futuro Snapdragon 898 na Ásia e África em vez do Exynos 2200. A resposta foi dada a um tweet que traz uma lista com os modelos da nova geração de celulares da marca.

Leia Também

A lista ainda dá detalhes extras. Como esperado, os modelos SM-S901U, SM-S906U e SM-S908U, que devem corresponder às edições convencional, Plus e Ultra, seriam lançados nos Estados Unidos com Snapdragon 898. O mesmo processador seria aplicado nas variantes SM-S901E, SM-S906E e SM-S908E para a Ásia e África.

O Exynos 2200 também seria levado à Coreia do Sul. O chip viria nos telefones de modelo SM-S901N, SM-S906N e SM-S908N. Os demais países, incluindo o Brasil, também receberiam edições com o processador da Samsung sob os seguintes códigos: SM-S901B, SM-S906B e SM-S908B. A lista é baseada em um artigo do Galaxy Club.

Exynos 2200 deve trazer gráficos da AMD e ray tracing

O Exynos 2200 tende a ser o sucessor do Exynos 2100. Uma das apostas para o chip é a implementação da arquitetura AMD RDNA 2, o que levaria novos recursos para incrementar os gráficos do celular, como o ray tracing. Os demais detalhes do processador da Samsung, por outro lado, ainda não foram revelados.

A outra variante da linha Galaxy S22 chegaria aos consumidores com o Qualcomm Snapdragon 898. Sucessor do Qualcomm Snapdragon 888, o chip está cotado a trazer o núcleo baseado na arquitetura ARMv9. Outras novidades ficariam pela fabricação em processo de 4 nanômetros e o chip gráfico Adreno 730. Os dois processadores devem ser anunciados ainda neste ano.

Galaxy S22 e S22+ devem ter câmera frontal de 10 MP

A nova geração, por outro lado, deve manter algumas características inalteradas. Segundo o Galaxy Club nesta terça-feira (9), o Galaxy S22 e S22+ devem ser anunciados com câmera frontal de 10 megapixels, a mesma resolução do Galaxy S21 e Galaxy S21+. A cargo de comparação, o Galaxy S21 Ultra possui sensor de selfies de 40 megapixels. 

A dupla ainda pode manter o mesmo design. Espera-se que os dois celulares continuem com a tela plana e a câmera em fila na vertical no canto superior esquerdo. A maior diferença ficaria para a variante Ultra, que tende a ganhar espaço para guardar a caneta S Pen e aderir à mesma linguagem visual da linha Galaxy Note. A expectativa é de que a Samsung anuncie o Galaxy S22 no começo de 2022.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários