Redmi Note 11
Divulgação/Xiaomi
Redmi Note 11

A Anatel certificou mais um celular da Xiaomi no Brasil. Homologado nesta segunda-feira (14), a documentação aponta para a edição global do Redmi Note 11 Pro , que já pode ser comercializada no Brasil. O smartphone se destaca por trazer a MIUI 13 e câmera quádrupla de 108 megapixels em sua ficha técnica intermediária. 

A pedido da DL Eletrônicos, o telefone da Xiaomi foi aprovado sob o modelo 2201117TL. Conforme relatado pelo MySmartPrice, a numeração está ligada à edição global do Redmi Note 11 Pro. O modelo listado pela Anatel também é diferente da identificação do Redmi Note 11 global analisado pelo Tecnoblog (2201117TG).

O certificado de conformidade aponta para somente uma unidade fabril, localizada na China. Ainda de acordo com o documento, o celular será fornecido com um carregador e uma bateria de modelo BN5D. Não conseguimos encontrar o certificado do componente, mas a edição global do celular tem 5.000 mAh e recarga de 67 watts.

Redmi Note 11 Pro tem câmera quádrupla de 108 MP

A edição global da linha Redmi Note 11 foi anunciada no fim de janeiro. Ao todo, quatro modelos foram apresentados, incluindo a edição Pro com conjunto fotográfico quádruplo. O arranjo é formado pelos seguintes componentes:

  • principal: 108 megapixels;
  • ultrawide: 8 megapixels;
  • macro: 2 megapixels;
  • profundidade de campo: 2 megapixels.

O smartphone ainda reúne outras características chamativas. Entre elas, está a tela de 6,67 polegadas com taxa de atualização de 120 Hz. Na ficha técnica, encontramos o processador MediaTek Helio G96, memória RAM de até 8 GB e o armazenamento de até 128 GB. O celular sai da caixa com MIUI 13.

O smartphone chegou às lojas com preço sugerido entre US$ 299 e US$ 349. Os valores equivalem a cerca de R$ 1.540 e R$ 1.800, respectivamente, em conversão direta. Aainda não há previsão de lançamento do Redmi Note 11 Pro no Brasil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários