Twitter lança nova ferramenta para fazer denúncias
Unsplash
Twitter lança nova ferramenta para fazer denúncias

O Twitter redesenhou o processo de denúncia de tweets e usuários na plataforma para deixá-lo mais simples. A atualização estava em testes desde dezembro do ano passado, mas só foi oficialmente lançada nesta sexta-feira (10), conforme anunciado pela empresa. No entanto, a implementação do novo sistema de denúncia parece estar chegando gradualmente para todos os usuários.

Conforme explicou o Twitter em uma postagem de blog, o processo foi redesenhado para lidar com todo tipo de caso que viole os termos da plataforma. Isso inclui a disseminação de notícias falsas, spam, assédio e discurso de ódio, por exemplo. Na prática, a plataforma deixou cada etapa do processo de denúncia mais explicativa para o usuário.

Anteriormente, denunciar um tweet ou perfil era algo objetivo até demais. O Twitter te dava cinco opções para você explicar o motivo da denúncia, incluindo informações falsas, spam, conteúdo abusivo e outros. Depois disso, solicitava mais detalhes ou pulava para uma janela finalizando a denúncia e lhe informando que você pode silenciar, deixar de seguir ou bloquear o autor do tweet.

Twitter promete modelo mais "humanizado"

Agora, o processo recebe mais etapas, se torna mais atencioso e, segundo o Twitter, "humanizado". Para que a moderação da plataforma e os próprios usuários entendam melhor o que está sendo denunciado, várias perguntas são feitas em janelas redesenhadas com um visual mais intuitivo e moderno.

Primeiro, o Twitter pergunta quem é a vítima, se é você, outro indivíduo, um grupo específico de pessoas, ou até mesmo todos na rede social. Depois, a plataforma questiona sobre a conduta do usuário que está sendo denunciado, se ele foi odioso, fez spam, ameaças, assédio, divulgou conteúdo perturbador e assim por diante.

Então, o Twitter pergunta como ele fez a violação dos termos da plataforma. O usuário usou xingamentos? Ofensas preconceituosas? São várias opções, personalizadas de acordo com as respostas anteriores. Em todas essas etapas é possível selecionar mais de uma opção.

Com a finalização do questionário, o Twitter sugere uma categoria final para protocolar a denúncia, como "discurso de ódio", por exemplo. Se o usuário não achar correta a colocação da plataforma, ele também pode selecionar manualmente a categoria que deseja para finalizar a denúncia.

Atualização está chegando gradualmente

De acordo com o Twitter, o novo processo de denúncia já está disponível na "maioria dos países", tanto na versão web quanto para os apps no iOS e Android. O Tecnoblog verificou se a novidade já chegou ao Brasil, mas parece que a atualização está ocorrendo gradualmente e, ao menos em nossos testes, ainda fomos direcionados para a página antiga de denúncia.

Os testes do novo modelo ocorrem desde dezembro de 2021. Os resultados registrados pelo Twitter foram promissores. Segundo a plataforma, o número de denúncias assertivas aumentou em 50% com o processo redesenhado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários