Tamanho do texto

Existem algumas informações na ficha técnica do aparelho que precisam ser levadas em conta na hora da compra

Brasil Econômico

Com a ascensão das redes sociais todos querem tirar uma boa foto para mostrar para os amigos e familiares. Uma alternativa para conseguir isso hoje em dia são os smartphones. O fato dos celulares serem mais simples de se utilizar, mais baratos e mais multifuncionais levou as empresas de tecnologia a investirem cada vez mais em câmeras para dispositivos móveis nos últimos anos. Isso afeta diretamente a decisão de muitas pessoas na hora de comprar um aparelho novo, levando-as muitas vezes a considerar a qualidade da câmera do celular acima de outras configurações importantes como o processador e a tela.

Descubra:  6 coisas que você pode fazer com a câmera do celular (além de tirar fotos)

Pensando nisso, preparamos algumas dicas que podem te ajudar a descobrir se a câmera do celular que você vai comprar é boa.

Megapixels não são tudo

Grande parte das pessoas acham que os megapixels são sinônimos diretos de qualidade da imagem. Isso é uma idéia completamente errada, eles representam apenas um dos vários fatores que definem se uma foto vai sair boa ou não. Para entender isso, primeiro é preciso saber o que são megapixels.

Se você der zoom em qualquer foto no seu computador você irá notar pequenos quadradinhos coloridos. Esses são os pixels, e todos eles juntos são o que forma as imagens que você vê diariamente nos dispositivos eletrônicos. A resolução de uma imagem nada mais é do que a quantidade de megapixels na horizontal e vertical.


Comparação de imagem: na esquerda normal (como apareceria se fosse tirada pela câmera do celular), na direita com zoom o suficiente para identificar os pixels.
Reprodução
Comparação de imagem: na esquerda normal (como apareceria se fosse tirada pela câmera do celular), na direita com zoom o suficiente para identificar os pixels.













Exemplificando, se dizemos que uma foto tem a resolução de 1920px x 1080px significa que ela tem 1920 pixels na horizontal e 1080 na vertical. Multiplicando esses dois números, e considerando que 1 Megapixel é o equivalente a 1 milhão de pixels, chegamos a conclusão que essa foto teria 2,07 Megapixels.

Veja mais:  iPhone 8 deverá mudar a câmera para se adaptar à realidade aumentada

O que isso muda na sua foto? Primeiramente a capacidade de você dar zoom na imagem sem perder muita resolução, e depois, o tamanho da imagem. Se você quiser fazer um banner ou um cartaz é recomendável uma foto de mais de 11MP. Agora, caso você queira postar uma foto no seu Facebook, no máximo, apenas 1 ou 2  MP são necessários.

Fique atento aos sensores

 O verdadeiro responsável por transformar a luz que entra na sua câmera em pixels são os sensores. Atualmente existem 2 tipos de sensores no mercado, os CMOS e os CCD. Qual a diferença entre eles? Para capturar as fotos as câmeras contam com fotodetectores que capturam a luz e a transformam em informação. Se uma câmera possui 8MP ela consequentemente vai ter 8 milhões de fotodetectores. O CMOS é mais atencioso quando se trata de processar a informação dos fotodetectores, a separando linha por linha, processando e depois as juntando para construir a imagem final. A captura e processamento da imagem nesse caso será mais demorado, entretanto a qualidade final será melhor. Quando se trata do CCD, o sensor captura a informação de todos os fotodetectores de uma vez e as processa depois.

Esse ponto não requer muita atenção. Os sensores CCD dominaram o mercado até os anos 2000, mas atualmente a tecnologia é usada somente em câmeras de segurança. As câmeras domésticas atualmente já vem com os sensores CMOS.

Tamanho da abertura (aperture size) também é importante

O quanto a lente da sua câmera se abre na hora de tirar as fotos também afeta na qualidade da imagem. Quanto mais tempo aberta, mais luz vai entrar. A informação relativa a abertura da câmera geralmente vem representada pela letra f e um número posteriormente (ex: f / 2.0). Quanto menor esse valor f, maior vai ser a abertura da câmera e vice versa. Então uma abertura de f / 1.7 é maior do que uma de f / 5.0, por exemplo.


Comparação: Abertura da lente de menor para maior.
Arquivo Pessoal/ Bruno de Lima
Comparação: Abertura da lente de menor para maior.











Geralmente quanto menor o número f melhor será a qualidade da imagem em ambientes pouco iluminados e, quanto maior o número f, melhor ficariam as fotos com muita luz. Então a decisão em relação ao tamanho de abertura é coisa pessoal e que varia de acordo com como você utilizaria a câmera. É notável que as melhores câmeras do mercado, como a do Galaxy S8 e do Iphone 7, mantém um padrão de abertura entre f / 1.7 e f / 1.8. Logo, se você gosta da imagem dessas câmeras é bom procurar por aberturas similares.

Recursos adicionais

Por fim, preste atenção também em outros recursos que possam vir com a câmera. Eentre eles estão autofoco, estabilizadores de imagem que ajudam a reduzir possíveis tremidos da foto e acima de tudo a resolução de gravação. Quanto mais melhor. 

A resolução, quando se trata de gravação, tem mais relevância do que quando se trata de fotos e servem de pista para saber o quanto a empresa em questão apostou na tecnologia implantada na câmera. Procure sempre resoluções acima de 760p.  Se quiser a melhor qualidade de gravação possível, cheque se a câmera do celular grava em 4k.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.