Tamanho do texto

Líderes islâmicos consideram o game ilegal pois acreditam que seus efeitos são tão negativos quanto os de bebidas alcoólicas

Brasil Econômico

Pokémon Go é a atualização mais recente da franquia lançada pela Nintendo há 20 anos
Divulgação
Pokémon Go é a atualização mais recente da franquia lançada pela Nintendo há 20 anos

Antes mesmo de ser lançado oficialmente no Egito, o aplicativo Pokémon Go foi considerado ilegal para o Islã. Para a mesquita de al-Azhar, a mais importante instituição islâmica do país, o game tem efeitos tão negativos quanto bebidas alcoólicas, cujo consumo não é permitido pelo Islã e por isso, deveria ser proibido.

LEIA MAIS:  Pokémon Go: novo jogo da franquia já causou problemas com a polícia

"Esse jogo faz com que as pessoas pareçam bêbadas nas ruas e nas estradas enquanto seus olhos estão grudados nas telas dos celulares que as direcionam a locais onde estão os Pokémons imaginários na esperança de capturá-los", afirmou Abbas Shuman, o comissário do imã de al-Azhar, Ahmed al-Tayeb. Em Pokémon Go , o jogador precisa fazer o papel de um treinador e capturar os personagens da franquia em ambientes reais seguindo as instruções que aparecem na tela do celular.

O game foi considerado perigoso, principalmente para crianças, que podem se distrair com mais facilidade. "Será que encontraremos lunáticos entrando em mesquitas, igrejas, prisões e unidades militares na procura dos pokémons desaparecidos? Será que as pessoas vão negligenciar seu trabalho e ficar devotas na caça do pokémon?", disse Shuman.

Game causou acidentes em outros países

Um motorista causou um acidente em Auburn, no Alabama, enquanto jogava Pokémon Go. De acordo com a polícia local, o veículo saiu da estrada e bateu em uma árvore após o motorista se distrair por conta do jogo. Felizmente, o imprevisto causou apenas ferimentos leves ao jogador, mas serviu para mostrar a popularidade do aplicativo , que ultrapassou o Tinder em número de usuários ativos nos EUA.

LEIA MAIS: Os apps que prometem salvar a vida de sua família

Na Austrália, as autoridades emitiram um alerta para jogadores não andarem em locais como túneis para capturar os personagens do jogo e recomendou que tirem "os olhos do telefone e olhem para os dois lados da rua antes de atravessar".

Pokémon Go ainda não foi lançado no Brasil e deve demorar um pouco mais para ser oferecido nas lojas de aplicativos. De acordo com a Niantic, produtora do jogo, os servidores ficaram sobrecarregados após usuários de outros países baixarem o app em fontes alternativas. Para evitar maiores problemas, a empresa decidiu bloquear o sinal do GPS e dados para jogadores que não estejam nos locais onde o game foi lançado oficialmente.

* Com informações da Ansa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.