Tamanho do texto

Objetivo original do game é capturar os personagens da franquia em ambientes reais por meio da realidade aumentada oferecida no app

Além das imagens íntimas, game já foi motivo de acidentes de trânsito nos Estados Unidos
Reprodução
Além das imagens íntimas, game já foi motivo de acidentes de trânsito nos Estados Unidos

Febre entre os usuários de todo o mundo, Pokémon Go já está sendo utilizado para outras finalidades além de jogar. O objetivo original do game é capturar os personagens em ambientes reais por meio da ferramenta de realidade aumentada oferecida no aplicativo, mas alguns jogadores passaram a enviar nudes - fotos deles próprios nus -  posando ao lado dos pequenos animais nas situações mais inesperadas.

Na rede social Reddit, os internautas até criaram uma página para divulgar as fotos. Chamada "Pokemon Go NSFW" ("Não seguro para o trabalho",  em abreviação do inglês), há diversas fotos tiradas em momentos ousados – desde imagens inofensivas até os momentos em que usuários mantinham relações sexuais – nenhuma mostra o rosto das pessoas.

Se você tiver mais de 18 anos, pode clicar aqui  para acessar o site (mas por sua conta e risco!).

Na opinião de Rosa Maria Farah, coordenadora do Núcleo de Pesquisa em Psicologia e Informática da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC), a pessoa deve ter noção dos riscos que as imagens podem causar. "A primeira coisa é parar para pensar o que significa uma imagem desse tipo". Assim que a imagem é publicada na internet, o usuário perde controle sobre a foto.

LEIA MAIS:  Pokémon Go é proibido no Egito por não seguir regras do Islã

Além da polêmica dos nudes, o game também esteve envolvido em acidentes de trânsito. Nos Estados Unidos, um motorista bateu o carro em uma árvore após se distrair enquanto jogava Pokémon Go e mostrou em que ponto chegou o nível de popularidade do game.

Já no Central Park, em Nova York, um internauta gravou o que seria uma multidão correndo atrás do Vaporeon, Pokémon raro cuja suposta aparição teria parado a região como mostra o vídeo abaixo.


Segundo a professora, existem dois fatores principais que explicam o sucesso do jogo. "Primeiro, o fator novidade , que é muito forte em tudo o que se refere a internet. A tendência é gerar essa primeira euforia. A gente não sabe se isso vai permanecer como uma coisa de uso contínuo, como são as redes sociais".

O mesmo acontece com aplicativos como o Snapchat, que chegou a ultrapassar o Twitter em número de usuários . "Outro fator não muito diferente é a questao de 'preciso usar também porque todo mundo está usando'. Principalmente entre os jovens, o fator modismo e o fator novidade têm uma força especial", explica Rosa.

O comportamento fica mais vísivel quando novas redes sociais são lançadas, mas ainda pode ser relacionado com plataformas já estabelecidas como o Facebook, por exemplo. Afinal, um dos principais motivos para se cadastrar na rede social é acompanhar o que os amigos estão compartilhando.

O personagem Diglett aparece em uma série de fotos em posições, no mínimo, inesperadas
Reprodução
O personagem Diglett aparece em uma série de fotos em posições, no mínimo, inesperadas

Para Aurélio Melo, professor de psicologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie, a inserção de personagens em ambientes reais é o que mais chama a atenção dos jogadores. "Essa possibilidade de brincar com a realidade faz muito sucesso. Você abre uma porta para as pessoas se comunicarem com outras coisas", explica.

Pokémon Go pode prejudicar usuários

Em alguns casos, o uso do aplicativo pode prejudicar o jogador. "Sempre há pessoas vulneráveis que podem ultrapassar os limites. Isso é mais um meio onde a pessoa pode extraprolar", alerta Melo. Ele acredita que o jogo é apenas mais um exemplo de uma sociedade cada vez mais conectada com um mundo virtual que concorre com o mundo real e orienta aqueles que podem ultapassar tais limites.

"A partir do momento em que ela começa a ter prejuízo no cotidiano, começa a tomar o tempo das atividades diárias, incluindo tempo pro estudo, trabalho, higiene. A partir do momento em que ela começa a compremeter esse tempo, é importante parar e refletir", diz Melo.

LEIA MAIS:  "Manda nudes": afinal, para quê serve o Snapchat?

Pokémon Go ainda não tem previsão de lançamento para o Brasil e deve ser levar mais um tempo para chegar às lojas de aplicativos. De acordo com a produtora do game, os servidores ficaram sobrecarregados depois que o app foi baixado por meio de fontes alternativas. Para evitar problemas, a empresa decidiu bloquear o sinal para jogadores que estão fora dos países onde o jogo foi realmente lançado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.