Olhar Digital

app iHandy
Reprodução
Kim Kardashian processou o aplicativo iHandy por usar uma foto sua


A socialite Kim Kardashian processou a desenvolvedora iHandy pelo uso não autorizado de uma foto. Seus advogados exigiram, em um processo de 14 páginas, uma indenização no valor de US$ 10 milhões pela utilização da imagem no aplicativo de maquiagem Sweet Camera . A queixa foi prestada na Suprema Corte da Califórnia.

O iHandy foi acusado dos crimes de "apropriação flagrante e calculada, uso não autorizado e exploração de comercial fraudulento." Os representantes legais de Kim Kardashian explicaram que a imagem foi utilizada para promover o aplicativo de filtros de maquiagem.

Leia também: Instagram remove filtros de 'cirurgia plástica' da rede social

Eles argumentam que a Sweet Camera postou a foto em um comercial veiculado no Instagram . Devido a isso, a mais velha das irmãs Kardashian exige o pagamento da indenização sob o pretexto de "perda de compensação monetária" e danos morais.

De acordo com uma publicação do site TMZ, Kim Kardashian não utiliza esse aplicativo . No entanto, o site também alega que a fotografia "roubada" pertence a uma campanha de marketing da própria coleção de maquiagem da socialite.

Leia também: Como usar o filtro do cachorro nos Stories do Instagram

Em sua defesa, o iHandy argumentou que "não sabia" que a foto era de Kim Kardashian. "O réu, absurdamente, alega em sua defesa que não sabia que a foto não licenciada e não autorizada era roubada e apropriada indevidamente de Kim. Uma das mais famosas e reconhecidas mulheres do mundo", questionou o advogado da celebridade.

Além disso, de acordo com o TMZ, os representantes do aplicativo foram acusados de ofender e ameaçar a socialite. "Eles também tiveram a audácia de ameaçar Kim Kardashian para não prestar queixa contra eles, ou eles iriam persegui-la", alegou o advogado da famosa.

O aplicativo Sweet Camera oferece "selfies perfeitas com beleza profissional e ferramentas de retoque corporal, incluindo deixar o rosto vivo, magro, liso, e mais." O valor de US$ 10 milhões pedido no processo é referente ao licenciamento e uso da imagem da Kardashian. Além disso, a socialite também deseja receber todos os lucros que o aplicativo obtiver após usar sua imagem na campanha publicitária.

    Veja Também

      Mostrar mais