Olhar Digital

PC gamer
Reprodução
Computador vem com videogame embutido


O PC para jogos tem suas vantagens em relação aos consoles , mas muitas vezes fazem faltas alguns dos exclusivos. Agora a Origin , montadora de desktops personalizados voltados para games que pertence à Corsair, resolveu colocar um fim nesse dilema com a apresentação do Big O , um PC que também conta com um PS4 Pro ou um Xbox One X por baixo do capô.

A ideia original do Big O era ainda mais ambiciosa. A Origin tinha o plano de colocar os três principais consoles ( PS4, Switch e Xbox One ) junto do PC, o que criaria uma máquina capaz de rodar todos os jogos da atualidade. No fim das contas, a empresa optou por reduzir a escala do projeto, fazendo com que o consumidor tenha que escolher entre o combo PC-Xbox e o combo PC-PS4 . Não há a opção do Switch .

Leia também: Microsoft anuncia Xbox Series X no Game Awards; assista ao vídeo

Para montar essa quimera, a Origin foi além de simplesmente encaixar o console dentro do gabinete. Houve uma preocupação em desmontar o console original para integrá-lo ao Big O, com direito às duas câmaras compartilhamento o mesmo sistema de resfriamento a líquido.

A parte PC do dispositivo ainda pode ser configurada para as especificações que mais agradarem o cliente, o que significa que é possível contar com um processador AMD, modelo Ryzen 9 3900X, ou um chip Intel i9-9900K, dependendo de qual lado da guerra dos processadores o cliente defende. Também é possível embutir uma placa de vídeo Nvidia GeForce RTX Titan, com 24 GB de memória de vídeo, e até 64 GB de memória RAM.

Por razões óbvias, não é possível mexer muito nas configurações do lado do console do aparelho, mas é possível fazer alguns ajustes, sim. O comprador pode escolher se prefere armazenamento em SSD , que pode acelerar o carregamento de jogos e dar um ganho de desempenho para a máquina.

Leia também: Vídeo revela novo design do PlayStation 5; assista

O Big O, no entanto, não é nem um pouco barato. A versão mais barata do dispositivo custa nada menos do que US$ 2.500, e, dependendo das configurações, o preço pode chegar a mais de US$ 7.000. Assim, é um produto para poucos, mas que pode ser interessante para um público específico: jornalistas que cobrem videogame , youtubers e streamers podem se beneficiar da conveniência de um único aparelho para tudo.

Quem estiver disposto a investir esse dinheiro pesado no Big O deve levar em conta que, neste caso, a versão PS4 tende a ser mais vantajosa. Isso porque a maior parte dos jogos exclusivos de Xbox já estão naturalmente disponíveis no PC , como parte do projeto Xbox Play Anywhere , criado para integrar os ecossistemas da Microsoft .

    Leia tudo sobre: PS4

    Veja Também

      Mostrar mais