Olhar Digital

A Ericsson cancelou sua participação no Mobile World Congress, em Barcelona, por preocupações com o coronavírus . Com isso, já são três empresas – somando LG e ZTE – que não estarão em um dos maiores eventos de telefonia móvel do ano, que acontece entre os próximos dias 24 e 27.

Coronavírus: risco de chegada ao Brasil é 'baixo', diz Ministério da Saúde

"A Ericsson reconhece que a GSMA [organizadora do evento] fez tudo o que pode para controlar o risco", afirma a empresa em um comunicado à imprensa. “No entanto, como um dos maiores expositores, a Ericsson tem milhares de visitantes em seu salão todos os dias e, mesmo que o risco seja baixo, a empresa não pode garantir a saúde e a segurança de seus funcionários e visitantes.”

Para mostrar o portfólio e as inovações que a Ericsson levaria para Barcelona, a empresa montará eventos locais chamados "Ericsson Unboxed", que acontecerão em alguns mercados.

A GSMA respondeu afirmando que "respeita" a decisão da Ericsson e convidou a empresa a voltar em 2021. Também enfatizou que o MWC mantém sua edição deste ano, enquanto continua a "monitorar e avaliar" a situação do vírus para fazer as alterações apropriadas.

Ericsson cancela ida a evento por conta do coronavírus arrow-options
Reprodução/Shutterstock
Ericsson cancela ida a evento por conta do coronavírus


Em comunicados anteriores, o grupo disse que aumentaria o suporte médico e as medidas de desinfecção no local. Os palestrantes estarão sujeitos a um novo protocolo de troca de microfone, e uma política de “não aperto de mão” também está sendo recomendada.

Coronavírus: risco de chegada ao Brasil é 'baixo', diz Ministério da Saúde

Consultados pelo site The Verge , Xiaomi , Qualcomm , Lenovo e Motorola confirmaram presença no evento. A feira espera ter um impacto econômico de 492 milhões de euros este ano, e também gera 14.100 empregos, segundo a GSMA.

Via: The Verge

    Veja Também

      Mostrar mais