Olhar Digital

Motorola arrow-options
Divulgação/Motorola
Moto G Stylus


A Motorola anunciou nesta sexta-feira (07) a nova geração do Moto G com algumas mudanças fundamentais no visual e de usabilidade do celular. São dois modelos: o Moto G Power e o Moto G Stylus (note que a empresa deixou de lado a numeração dos celulares), ambos com configuração de câmera tripla e baterias grandes.

Começando pelo aparelho mais simples, que é o Moto G Power , que já está homologado na Anatel e não deve demorar para chegar ao Brasil. Como já é tradição da empresa, o nome “Power” indica que o celular tem uma bateria grande , e isso não mudou em 2020. O dispositivo conta com uma bateria de 5.000 mAh que acompanham um processador Snapdragon 665 , 4 GB de memória RAM, 64 GB de armazenamento interno e uma tela Full HD+ de 6,4 polegadas (com um furo no canto superior esquerdo para abrigar a câmera frontal).

Leia também: A partir de R$ 967, compare Motorola G8 Play, G8 Plus e One Macro

Cada uma das três câmeras na sua traseira tem uma característica diferente. A principal conta com um sensor de 16 megapixels e abertura f/1.7, enquanto a segunda conta com uma lente macro com abertura f/2.2 e sensor de 2 MP. Para finalizar, o terceiro sensor, de 8 megapixels, acompanha uma lente ultra-wide para captura de ângulos mais amplos com abertura f/2.2. Já a câmera de selfie conta com um sensor de 16 megapixels e abertura f/2.0.

Na sequência, o Stylus . Como o nome indica, o aparelho vem com uma... stylus, que é uma canetinha embutida no corpo do smartphone que pode ser destacada para interagir com a tela do aparelho, similar ao que a Samsung faz com a linha Galaxy Note . A adição da caneta traz uma contrapartida negativa: pelo fato de ela ocupar uma parte preciosa no corpo do aparelho, a bateria do Stylus é menor do que a do Moto G Power , com apenas 4.000 mAh.

Leia também: Motorola Razr chega ao Brasil por R$9 mil; dobrável teve produção nacional

O aparelho também tem uma configuração de câmeras diferente do Power . O Stylus é mais caro, e como tal deve tirar fotos um pouco melhores graças a um sensor principal de 48 megapixels com abertura f/1.7 com modo noturno para fazer fotos com mais qualidade mesmo com pouca luz. O aparelho também conta com o sensor macro de 2 MP e abertura de lente f/2.2 e uma terceira lente para servir como câmera de ação , com campo de visão de 117 graus e abertura f/2.2. A câmera de selfies , como no Moto G Power , é de 16 megapixels e abertura f/2.0.

Os aparelhos não têm previsão de lançamento no Brasil, mesmo que o Moto G Power já esteja homologado na Anatel , ou de quanto eles custarão por aqui. No exterior, o Moto G Power tem preço sugerido de US$ 250 (R$ 1.080 na cotação atual), enquanto o Moto G Stylus custa US$ 300 (cerca de R$ 1.300).

    Veja Também

      Mostrar mais