Olhar Digital

Instagram
Unsplash/NeONBRAND
Por enquanto, não há um aplicativo do Instagram para iPad


Apesar de constantes adições recursos, o  Instagram  segue sem ter um aplicativo para iPad , mesmo após mais de nove anos de existência. Neste fim de semana, o CEO da empresa, Adam Mosseri , respondeu a uma pergunta de um usuário e explicou o porquê do Instagram ainda não possuir uma versão no tablet da Apple .

De acordo com Mosseri, a razão para o Instagram não estar presente em todos os dispositivos da Apple , e sim apenas no  iPhone , é bem simples: dinheiro. A companhia alega não ter recursos para desenvolver ambas as plataformas. O CEO explicou que o Instagram tem "muita coisa para fazer", e tudo é aparentemente mais lucrativo em comparação ao desenvolvimento voltado para iPads . "Nós gostaríamos de produzir um app para iPad, mas temos um número limitado de pessoas e muito o que fazer, e ele não se transformou na próxima melhor coisa a se fazer", afirmou Mosseri.


Normalmente, o Instagram se mantém em silêncio sobre sua teimosia em não produzir um aplicativo para o iPad . Quando perguntado sobre o motivo pelo qual priorizou trazer o recurso de  mensagens diretas para a web no mês passado, a empresa simplesmente disse que as mensagens diretas são importantes porque ajudam os usuários a "manter contato com as pessoas de quem você gosta".

Leia também: No Dia da Internet Segura, Instagram lança novos recursos de privacidade

Há alguns anos, havia vários aplicativos de terceiros do Instagram para iPad , mas a empresa mudou sua API e acabou com esse mercado - sem fornecer o tão pedido aplicativo . Existe também o argumento de que a versão da web do Instagram é uma experiência boa o suficiente no iPad e pode ser adicionada à tela inicial. No entanto, ainda não é igual a um aplicativo dedicado.

Ainda não se sabe se a criação de uma versão para o iPad está nos planos do Instagram . A explicação de Mosseri também é algo difícil de entender, principalmente quando consideramos que a empresa já acumula mais lucro com publicidade do que o YouTube (US$ 20 bilhões contra US$ 15 bilhões) e possui mais de um bilhão de usuários.

    Veja Também

      Mostrar mais