Olhar Digital

Twitter
Unsplash/Yucel Moran
Twitter exclui contas de grupo extremista


O Twitter anunciou que está proibindo milhares de contas ligadas à QAnon , uma teoria da conspiração de direita dos Estados Unidos, e adotando medidas agressivas para limitar a ação do grupo na rede social. Foram sete mil contas proibidas e outras 150 mil impedidas de aparecer nas recomendações.


Segundo a rede social , as ações estão alinhadas com as políticas de restrição a “comportamentos com potencial de causar danos offline”, já que defensores da teoria participam de campanhas de assédio, entre outras regras violadas.


O Twitter afirmou ainda que tomaria certas medidas para limitar o alcance do conteúdo relacionado à QAnon. Além de bloquear as contas e conteúdos relacionados à teoria, a rede social “trabalhará para garantir que não destaquemos essa atividade nas pesquisas e nas conversas”. URLs vinculadas ao grupo também não poderão ser compartilhadas no microblog.


As ações do Twitter são muito mais agressivas do que a do Facebook em relação à QAnon. Apesar de ter banido um pequeno conjunto de contas por violar regras em torno de comportamentos não autênticos coordenados, os defensores da teoria ainda são bastante ativos nas redes sociais de Mark Zuckerberg . Além disso, grupos, páginas e contas associadas ao grupo aparecem nas recomendações.

    Veja Também

      Mostrar mais