Olhar Digital

Google
Unsplash/ROBIN WORRALL
Celulares serão utilizados como sismógrafos


Seu celular Android é capaz de muitas coisas e uma delas é salvar sua vida se você vive em uma área sujeita a terremotos. Isso é resultado da última atualização do Google Play Services, aplicativo nativo do Google que fornece funcionalidades essenciais aos usuários. Agora, a plataforma pode detectar quando um terremoto está prestes a acontecer e avisar para que as pessoas se protejam.

A capacidade surgiu da parceria do Google com o ShakeAlert, um sistema de alerta de terremotos com base na Califórnia, Estados Unidos, que usa uma rede de centenas de sismógrafos em todo o estado que "envia dados para um local central onde os sinais de movimento do solo são analisados, terremotos são detectados e avisos são emitidos".

Segundo o ShakeAlert, o tempo de antecedência dos avisos varia de alguns segundos a dezenas de segundos - o que pode não parecer muito, mas que é o suficiente para que as pessoas tomem medidas simples de segurança que podem salvar vidas.

Além de enviar os alertas em parceria com o ShakeAlert, o Google também está transformando os celulares Android em sismógrafos improvisados para a detecção de terremotos. Usando o acelerômetro embutido em cada dispositivo, o Google programou os celulares para enviarem um sinal para um servidor quando detectarem algo que eles sintam que possa ser um terremoto.

Os alertas funcionam como os dos sistemas meteorológicos nacionais das regiões que sofrem com fenômenos naturais, já que são enviados para os celulares dos habitantes durante furacões e terremotos. No entanto, por ser resultado de um crowdsourcing - iniciativa que reúne os esforços de voluntários para a solução de um problema -, o serviço do Google fornece informações ainda mais localizadas.

Assim, se o Google recebe dados sobre um possível terremoto a partir de celulares Android , essas informações serão comparadas a outros resultados e analisadas para que não sejam confundidas com problemas que podem causar falsos alertas.

    Veja Também

      Mostrar mais